Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)

DERROTA DO P.S. EM CASTRO DAIRE

Realizaram-se ontem eleições para o Parlamento Europeu. No Concelho de Castro Daire quem obteve mais votos foi a coligação Aliança Portugal, composta por PSD e DCS/PP. Juntos conseguiram 1901 votos, mais 399 que o Partido Socialista, contabilizando, a coligação, 42,68% do eleitorado. No entanto, o que salta á vista é o resultado da abstenção. 72,77% dos eleitores inscritos não foram votar, o que significa que dos 16.357 eleitores apenas 4.454 exerceram o direito de voto. Acho que o principal motivo da grande abstenção registada se prende com factores tais como: Pouca proximidade entre candidatos e eleitores; pouco conhecimento, por parte dos eleitores, do desempenho dos deputados europeus; descontentamento para com a classe politica. Referente ao nosso Concelho deve ainda juntar factores importantes como por exemplo, nestas eleições não ter sido possível prometer empregos, atribuição de subsídios, asfaltamento de estradas, calcetamento de ruas ou outras benesses do género. Em suma, na minha opinião, as eleições europeias os votos foram-no por convicção e ideologia partidária e não por interesses pessoais ou conveniências próprias. Perante este cenário, e porque as votações decorreram de forma não condicionada, será fácil adivinhar o porquê da vitória alcançada pela Aliança Portugal. Pena foi, que algumas freguesias do Concelho, principalmente as do Vale do Paiva, não tenham aproveitado a oportunidade para demonstrar a sua indignação, perante as promessas não cumpridas dos governantes socialistas, nacionais e locais, no referente á requalificação da E.N. 228, a qual de dia para dia se encontra mais degradada. Ao terem dado a vitória ao PS significa que gostam de, continuadamente, ser enganados ou que, a grande maioria, continua vergada perante promessas eleitorais vindas de outras eleições. Eu por cá continuarei, impávido, imóvel e tranquilo, como é próprio das esquinas, nunca fugindo ou abandonando as coisas a meio, principalmente tratando-se de reuniões onde se discute o futuro do Concelho e dando crédito a quem o merece, ignorando todos aqueles que contando estórias da História e conhecendo alguma coisa do passado, não têm noção do presente nem nunca serão (pela positiva) lembrados no futuro.

 

Zé da Esquina

39 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Farmácias de Serviço

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D