Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)



Segunda-feira, 09.12.19

APENAS E SÓ PROMESSAS

Estou com aqueles que se sentem enganados pelos governantes locais.

Simplesmente, eu e muitas outras pessoas deixamos de acreditar. Passados 2 anos da tomada de posse ainda não cumpriram uma única promessa eleitoral.

O que mais me agonia é perceber que apenas foram promessas, mais nada… apenas promessas e discursos circunstanciais.

O povo, farto de promessas dos socialistas apostou na mudança, acreditando nas promessas do PSD, e afinal continua tudo na mesma… Promessas.

Daqui a 2 anos, quando houver nova campanha eleitoral vão haver de novo promessas, feitas por políticos que já estiveram no poder e por aqueles que agora lá estão. E o povo, qual masoquista, vai continuar a acreditar em promessas e os politicos vão continuar a esbanjar dinheiros em festas, festinhas, feiras e feirinhas.

Progresso que é bom...nada!

Investimento que é bom...nada!

Cumprir promessas que é um dever e uma obrigação...nada!

Pobre povo que tão maltratado és!

 

Zé da Esquina

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé da Esquina às 13:17


29 comentários

De Anónimo a 20.01.2020 às 22:29

Este Presidente é uma anedota, saiu-me cá um idiota.

Com tanta estrada cortada, Castro Daire vira uma Ilha e já pode pedir o estatuto de Região Autónoma. Pode ser que assim venham as ajudas do Governo. Eheheh

De Os tipos não desarmam a 20.01.2020 às 18:15

«Suponho que a Nacional 13 fica noutro país, que o incidente ocorreu há mais de seis meses e que a Câmara é da mesma cor partidária do Governo. Daí que os munícipes só agora estejam a ser beneficiados por uma alternativa, que passa por uma autoestrada sem portagens.
Ah! Afinal não! A Câmara tem um executivo liderado por uma coligação PSD/CDS! O incidente ocorreu há um dia! A via, apesar de ser a Nacional 13, é uma avenida da cidade da Maia (portanto em Portugal), logo as obras correm por conta do Município! E a isenção começou hoje mesmo (20/01/2020).
Será só por causa do Governo? Resulta da insistência do Presidente de Câmara, que acabou por falar com o Secretário de Estado das Infraestruturas? Ou será resultado de um trabalho efectivo (e não de faz-de-conta) por parte do Executivo?»

https://www.jn.pt/local/noticias/porto/maia/piso-abateu-na-en13-condutores-obrigados-a-desvio-isentos-de-pagar-portagem-na-a41-11726593.html?fbclid=iwar3sjisvpai_2i-u-8fkro-xnc443tycpsajzlmxhtpjryw3ixcr5ekoci8

De Anónimo a 20.01.2020 às 18:13

https://www.jn.pt/local/noticias/porto/maia/piso-abateu-na-en13-condutores-obrigados-a-desvio-isentos-de-pagar-portagem-na-a41-11726593.html

De Anónimo a 20.01.2020 às 17:07

Será que este vento já levou o Pinóquio do Presidente Molhelha para longe de Castro Daire bem como o resto da sua equipa de aldrabões.

De Anónimo a 20.01.2020 às 18:36

Aldrabões é favor!

Só é bom a mentir.

De Parece que é mais que um arrufo de namorados a 20.01.2020 às 16:01

Jornal do Centro 20-01-2020
«A Estrada Nacional (EN) 2, no troço Ponte Pedrinha – Vale de Azia em Castro Daire, está encerrada há um mês.
A concelhia local do CDS exige uma resposta da Câmara Municipal para o corte da via. O presidente da comissão política centrista, António Cardoso, diz que não gostou de ver a autarquia a aconselhar as pessoas a usarem como alternativa a A24, uma estrada que tem portagens.
“Entendemos que não seria necessário explicar que a A24 é uma alternativa. No entanto, tem pórticos em Castro Daire que terão de ser pagos. Portanto, não será uma melhor solução. O CDS entende que a Câmara deverá montar uma solução para que o utente não pague as portagens”, sustenta.
O CDS castrense diz que vai também apresentar esta reclamação ao Governo. António Cardoso teme que a EN2 fique encerrada mais dois anos em Castro Daire. “Há seis anos, caiu uma parte da estrada e demorou dois anos a ser reparada. É isto o que nós estamos à espera e já estamos habituados. Não querem saber do interior”, lamenta o presidente concelhio.
Os centristas apontam o dedo à Câmara Municipal, numa posição que o presidente da autarquia não consegue compreender. Paulo Almeida acusa o CDS de se estar a aproveitar politicamente da situação da estrada.
“A posição do CDS parece que está completamente descontextualizada. Vou classificar os comentários de oportunismo político e acho que não é uma situação que não fique bem a quem quer que seja, tentando tirar dividendos das situações”, lamenta o autarca.
Quanto à A24, Paulo Almeida refere que a situação foi relatada à Infraestruturas de Portugal, pedindo isenção de portagens no pórtico concelhio, e que também foi feito um pedido de reunião urgente ao ministro de Infraestruturas, pedidos que não foram atendidos até agora.
Já sobre a reabertura da via, o autarca diz não ter recebido ainda nenhuma garantia da Infraestruturas de Portugal. “Os taludes são muito instáveis. Estão a ser efetuados trabalhos de levantamento topográfico e estudos geológicos, de modo a aferir o tipo de intervenção que tem de ser feita para garantir as condições de segurança naquele troço”, afirma.
O presidente da Câmara de Castro Daire quer que a EN2 reabra no concelho o quanto antes.»

Reacção do CDS às palavras do Presidente de Câmara (no facebook da comissão politica):
«1 - Fazer política sempre foi, é e sempre será uma actividade que implica gerirmos oportunidades.
Ora, o Municipio teve 30 dias para dizer aos Castrenses que tinha pedido a isenção de portagens na A24, disse-nos que usassemos a A24 sem garantir a isenção, vem agora dizer que exige essa isenção.
Mas oportunista é o CDS.
2 - Fazer-se política sempre foi, é e sempre foi marcar a agenda abordando os assuntos que interessam.
O Municipio teve tempo suficiente para discutir o assunto: com as Infraestruturas de Portugal, com o Governo, com os Castrenses. Mas "esqueceu-se", se não de o fazer, pelo menos de o dizer.
Instado pelo CDS, veio a reboque deste.
Mas a posição de quem está na oposição é que é descabida.
Tirem as vossas ilações. Parece-nos que ja vimos este filme a propósito do encerramento do Tribunal de Castro Daire. Também aí houve quem não quisesse sair da cadeira e achasse que quem lho reclamava era oportunista e descabido.»

De Nota de Imprensa CDS - Rádio Limite 16-01-2020 a 17.01.2020 às 13:50

«a EN2, no troço Ponte Pedrinha – Vale de Azia encontra-se encerrada, por tempo indeterminado desde o dia 20 de Dezembro. Sendo certo que no passado eventos semelhantes naquele troço, ditaram impedimentos de circulação na EN2, que demoraram quase 2 anos a resolver.
A primeira alternativa colocada ao serviço dos munícipes é uma estrada municipal com deficiente piso, onde é constante a formação de gelo em que são prementes preocupações de segurança. Recentemente, o Município informou os castrenses e os que nos visitam, que a alternativa mais viável será a A24 (no troço entre os nós Carvalhal e o Castro Daire Leste). Ou seja, uma alternativa e que obriga a quem nela circula (em ambos sentidos e diariamente) a pagar pelo menos entre € 1,30 e €3,40. Não se conhece qualquer iniciativa do Executivo para que o concessionário da A24 suprima (o pagamento de portagens. Por outro lado, é notícia pública que o Sr. Presidente de Câmara esteve com os congéneres da região da CIM Dão Lafões a pugnar a rápida reabertura da IP. Uma decerto via estruturante para o Concelho de Castro Daire (onde o seu traçado não passa).
Para o CDS-PP o Município, perante um problema, opta por lhes oferecer alternativas que, por tempo indeterminado: ou não tem em atenção a sua segurança ou lhe impõe um encargo adicional aos seus magros orçamentos.
Exige o CDS-PP que o Município obtenha junto do Governo, a supressão do pórtico da A24, garantindo assim uma verdadeira alternativa, segura e sem custos, para o troço da Nacional 2 encerrada.»

De Anónimo a 16.01.2020 às 17:53

Melhor que essa foi uma que aconteceu hoje. Uma brigada de 5 homens que nos últimos dias têm andado a trabalhar na limpeza de valetas na zona pertencente à junta de freguesia de Moledo, junta essa que lhes paga o almoço, hoje ficaram a trabalhar na zona da junta de freguesia de Castro Daire e para espanto de todos os colegas foram almoçar à Cela para ser de graça. Ou seja fizeram como se andassem a trabalhar para a junta de freguesia de Moledo. O presidente da junta e o presidente da câmara foram enganados. Será que vão reagir? Não sei. No minimo se tudo funcionasse normalmente seria um processo disciplinar aos oportunistas.

De Anónimo a 17.01.2020 às 11:41

Nesse caso o molhelha tinha que pôr na linha os quase quinhentos ou mais .....
O melhor é deixá-los como sempre ...à rédea solta,senão quem vai votar molhelha?

De Anónimo a 15.01.2020 às 22:53

O passado dia 19 de Dezembro de 2019 foi um dia trágico para o Concelho de Castro Daire. A Comissão Política Concelhia do CDS-PP presta as sentidas homenagens aos nossos conterrâneos e amigos, que partiram nesse fatídico dia. Daí que, em solidariedade para com as famílias enlutadas, tenha decidido adiar a publicitação dos eventos partidários que nesse mesmo dia decorreram.
No dia 20 de Dezembro de 2019, tomaram posse os membros eleitos dos órgãos locais do CDS-PP, eleitos em 30 de Novembro de 2019. Presente esteve o novo Presidente da Comissão Política Distrital de Viseu, Francisco Mendes da Silva, que deixou uma mensagem de alento aos eleitos para as tarefas que tem pela frente, bem como uma total disponibilidade para cooperar com os órgãos locais.
A Comissão Política Concelhia conta com os seguintes elementos: António Augusto Ferreira Cardoso (Presidente); Carlos Alberto Bianchi Pinto e Norberto José Conceição Duarte (vice-presidentes); José António de Almeida Teixeira (secretário) e os vogais João Augusto André Esteves, Jorge António Pereira Magalhães, Firmino da Costa, Helena da Conceição Fernandes Pereira, Agostinho Gonçalves Moreira, António José Cardoso Reis, Agostinho Teixeira Moreira e Armando dos Santos Medeiros. A Mesa do Plenário Concelhio é composta pelos seguintes elementos: Carlos Manuel Carvalho Rodrigues Costa (Presidente), Adérito Duarte Pereira (vice-presidente) e Adérito de Almeida (Secretário).
A tomada de posse ocorreu em simultâneo com o Jantar de Natal da Concelhia, que contou com a participação de dezenas de militantes do CDS-PP. Os órgãos (locais e distritais) do CDS-PP, saúdam assim os castrenses com votos de bom ano.

De Anónimo a 13.01.2020 às 14:46

Então agora já é permitido trocar baterias usadas por peças usadas de automóvel?
Parece que um fulano do armazém deu uma série de baterias a um sucateiro local em troca de peças, não teria de ir a concurso para o município receber um valor justo pelo produto?
Quem seria o politico que autorizou tal ilegalidade?
Seriam os lucros divididos?

De Anónimo a 16.01.2020 às 14:12

A ser verdade isso é muito grave, o ministério publico terá conhecimento? Se não, acho que devia ser denunciado...
continuam a brincar com bens e dinheiro do município para proveito de alguns.

De Anónimo a 06.01.2020 às 18:41

JORNAL DO CENTRO
NOVO LIDER DO CDS DESILUDIDO COM CÂMARA
A Concelhia do CDS-PP em Castro Daire elegeu uma nova Comissão Política presidida por António Cardoso, trabalhador da Câmara Municipal e ex-vice-presidente da antiga comissão.
“O CDS estava bem entregue, o ex-líder, Carlos Rodrigues, entendeu que se devia dedicar mais à sua vida particular e profissional”, começa por dizer António Cardoso. Que se diz “desiludido” com a atual gestão autárquica.
“Quando este executivo (liderado por Paulo Almeida) ganhou as eleições para a Câmara, fê-lo em coligação com o CDS. Nós apostamos, essencialmente, em mostrar às pessoas que íamos ser diferentes do executivo anterior. Está precisamente tudo igual”, afirma.
O agora presidente da concelhia castrense também aponta para as despesas com “festas e festinhas” organizadas pelo município.
“Põem as festas e coisas supérfluas em primeiro lugar e os munícipes em último. Sentimo-nos impotentes em não conseguirmos cumprir o que prometemos porque não temos ninguém do CDS no executivo”, lamenta, lembrando que uma das apostas do executivo foi a criação de emprego. “Que se veja nada… e isso seria o ponto principal para fixar as pessoas em Castro Daire para o desenvolvimento do Concelho”, diz o novo presidente da concelhia centrista.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Calendário


Posts mais comentados


Farmácias de Serviço