Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)



Domingo, 29.01.12

A ENTREVISTA ...

 

Desde a entrevista, concedida pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, à Rádio L, que junto das minhas esquinas não se tem falado de outra coisa. A maioria, se não a totalidade, de opiniões não favoráveis ao entrevistado. Não queria falar, por achar que tal entrevista além de desenxabida, inodora e incolor, foi incompleta, não trazendo nada de novo, ou que já não fosse do conhecimento público. No entanto, depois de alguns comentários e e-mails enviados para o blogue 4 esquinas, resolvi sossegar aqueles que comigo desabafam e ainda os outros, felizmente poucos, que me acusam de estar cada vez mais acomodado e ao serviço do poder, como se isso algum dia fosse possível. Estou e continuarei a estar sempre, e até que os dedos me doam de tanto escrever, sempre do lado daqueles que pensam por cabeça própria e acima de tudo, mesmo sabendo não ser o dono da verdade, escrevendo o que me vai na alma, nunca me preocupando em agradar a quem quer que seja e sempre defendendo aquilo que eu julgo serem as condutas do ser Humano. Coerência, frontalidade, lealdade e a mais importante de todas, verdade.

 

Depois desde intróito falamos então da dita entrevista.

 

Desenxabida, a começar pela própria entrevistadora, a qual não soube explorar as fraquezas do entrevistado, limitando-se a ler algumas perguntas, que provavelmente alguém lhe ditou, ajudando inclusive o entrevistado nas horas de maior “gaguez” ou quando este não conseguia encontrar atempadamente as cabulas. O entrevistado, o que não admira comparando com prestações anteriores, foi, ao longo da suposta entrevista, debitando frases, algumas sem nexo ou sentido, as quais, a maioria das vezes, eram lidas de forma trapalhona, sem qualquer ênfase em termo de pontuação, o que levou a que algumas pessoas, chegassem ao final a bater palmas por finalmente aquela enfadonha entrevista ter acabado.

 Inodora, porque embora tivesse cheiro, cheirou-me a mofo, a discurso ultrapassado e, como de costume, impreparado, mais uma vez com a conivência da entrevistadora, que na maioria das perguntas deixou que as mesmas ficassem sem resposta ou a mesma fosse deturpada ou respondida da maneira que mais jeito deu ao entrevistado. Refiro-me por exemplo à reparação ou rectificação da estrada 225, conhecida por estrada do Vale do Paiva, aliás uma das bandeiras de campanha do actual Presidente e porventura um dos temas que serviu para que o mesmo angariasse elevado número de votos, tendo prometido, mesmo depois das eleições que a mesma iria ser uma realidade, dizendo agora que a mesma não vai ser reparada, porque o governo entende não ser uma prioridade, dado o reduzido número de sinistralidade da mesma. Haverá necessidade de morrer alguém na referida estrada para que a mesma seja reparada? Se sim, a mesma pode e deve ser desde já reparada, pois todos os dias morrem pessoas naquela via, não fisicamente, mas de agonia por nela terem de circular e acima de tudo porque ao fazerem-no ecoam-lhe nos ouvidos as promessas não cumpridas e anunciadas pelo Senhor Presidente da Câmara, todo sorridente perante outros seus colegas de Câmaras do distrito e do Senhor Governador Civil de então. Outras respostas, foram dadas, com o desenrasque politico do costume, como quando falaram das obras já realizadas pelo Município que o entrevistado apresentou um rol das mesmas, a fazer lá para 2013 ou 2014, quando na realidade a pergunta concreta e objectiva era quais as obras realizadas até ao momento pelo executivo camarário. Uma houve que eu gostei em particular, e passo a citar: “Proibiram os autocarros da Câmara de circularem pelo centro da vila”. Quando aconteceu a “bronca” com os Bombeiros Voluntários,o Senhor Presidente foi lesto a afirmar que a autoridade máxima do Concelho era ele. Então, quem lhe retirou o poder? Algum Ministro, Secretário de Estado ou apenas conveniência na resposta?                                                     

Engraçada, ou mesmo cómica, foi quando o Senhor Presidente da Câmara disse saber, que no dia da manifestação dos pais e encarregados de educação dos alunos da Escola de Mamouros, contra o fecho da mesma, que a referida escola não iria fechar. Se isso corresponde á verdade, o porquê de tanto espalhafato da sua parte com a comunicação social e outros presentes?                                                                                            

Mas a resposta mais engraçada que eu ouvi foi referente á pergunta do relacionamento entre Vereadores. Diz o Senhor Presidente, que depois de alguns arrufos entre dois Vereadores por causa da nomeação do encarregado geral, tudo está sanado e de regresso á normalidade. Só faltou mesmo dizer que o edifício dos Paços do Concelho é o Vaticano, sendo o Presidente o Papa e os seus Vereadores a Madre Teresa de Calcutá, dada a harmonia, sensatez mas principalmente a amizade existente entre a Irmandade. Também me apraz registar com agrado, que o Senhor engenheiro Ernesto, ou será só Ernesto? É um grande amigo do Senhor Luís. Como importante isso é para o normal desenvolvimento do Concelho.O Ernesto, aliás o Senhor engenheiro Ernesto, tem os dias contados, no que toca a chefe de divisão, porque, diz o Senhor Presidente no final de 2012, irá haver concurso público para provimento do lugar que ele actualmente ocupa. Finalmente uma medida astuta e inteligente do Senhor Presidente. Sabendo, que por influência da troika, o município de Castro Daire, dos actuais 7 chefes de divisão, ficará reduzido a 3,nada melhor que abrir concurso público para resolver a situação dos 4 a sair e deixar a “batata quente” nas mãos do júri, saindo, ou tentando perante a opinião pública sair airosamente de uma situação de toda embaraçosa para o próprio, mas principalmente para quem não tem por hábito tomar decisões, defendendo-se na maioria das vezes no conteúdo da lei, mas dizendo ao mesmo tempo, como referiu na entrevista, que não se achava ou sentia um legalista.

Adorei também a historia da mini rotunda, por causa dos aceleras e as “frestas” por onde entrava o frio e deixou de entrar devido á compra e colocação de aquecedores. Tal como de o ouvir dizer que criou o prolongamento de horário nos jardim-de-infância. Quem o escutou ficou a pensar que o mesmo só existe depois de ele ter tomado posse, como se não acontecesse já com executivos anteriores.                                                                      

Incolor ou talvez multicolor, porque o futuro é escuro, e com este executivo rumará, cada vez mais, para o negro, principalmente pela falta de diálogo entre os membros do executivo e as constantes picardias entre os mesmos. Ainda, esta semana, o Senhor Presidente da Câmara, acompanhado pelo Senhor Vereador da Industria, Comércio e Serviços visitaram e homenagearam 2 empresas Castrenses premiadas pelo seu sucesso. Talvez, ambos possam aproveitar para se inspirarem nos modelos dessas empresas e ao implementá-los no município lhes possam dar a credibilidade e desenvolvimento necessário definindo o rumo certo para o mesmo.         

Incompleta, porque a entrevistadora, por comodismo, obrigação ou combinação, esqueceu-se de fazer a perguntas que todos nós gostávamos de ver respondidas. Depois de fazer um género de auscultação pública, aqui deixo algumas delas:

  • Quando vai ser reparado o Polidesportivo do Calvário?
  • Quantas vezes, por semana, mês ou ano, se reúne o executivo Camarário para sincronização de serviços e
    programação dos mesmos?
  • Porque ficaram sem efeitos os Centros escolares prometidos para Parada e Carvalhal?
  • Para quando a abertura da loja do Cidadão (de 3ª geração) em Castro Daire?
  • Quando é que a grande maioria das aldeias do Concelho, porque aquela resposta da falta de apoio estatal não convenceu ninguém, irão ter saneamento básico?
  • Para quando a construção do pavilhão multiusos?
  • Como é possível em pleno século XXI, demorar-se 3 dias a reparar uma conduta de água?
  • Qual o dedo, e de quem, irá clicar para a realização das obras dos Centro escolares de Mões e Castro Daire?
    Pois o Senhor Presidente disse que só faltavam clicar no botão.
  • Interessante, também, seria saber, já que o Senhor Presidente, e neste caso com razão, tanto se empenhou na manutenção das urgências no Centro de Saúde, o porquê de não ter feito o mesmo em relação às portagens da A-24 e o que irá fazer no mais que provável fecho do tribunal judicial de Castro Daire.
  • E a mais importante delas todas, como eu gostava de ter ouvido a entrevistadora fazer esta pergunta, quando o Senhor Presidente afirmou ser candidato às próximas eleições. Os actuais 3 Vereadores a tempo inteiro vão, novamente, fazer parte da lista concorrente pelo Partido Socialista?

Por aqui me fico, não porque não tenha nada mais a dizer, mas porque em certas alturas o silêncio é a melhor palavra. É este conceito que o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, não interioriza e que na maioria das vezes deveria pôr em prática.

 

Zé da Esquina

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé da Esquina às 16:21


4 comentários

De Anónimo a 29.01.2012 às 18:18

Exmo senhor,
Embora concorde com algo aqui ou ali, lamento que não tenha feito referência ao tempo dado aos Castrenses para colocarem as questões que achassem mais pertinentes....o sr. que por obrigação, comodismo ou pelas retaliações não teve tempo de dar voz e colocar tais questões !!!! Lamentável a existência do "emprenhar pelos ouvidos o que acontece muito por essas 4 esquinas!"
Tal como o senhor, vamos continuar a bater nas costas uns dos outros, a escrever por aqui ou por ali e a não dar a cara ou a voz pelo progresso deste Concelho que merece o reconhecimento de todos!
Em relação à Entrevistadora, essa pelo menos dá a cara e a voz todos os dias sem qualquer receio! Ah, e já agora não esqueça o atendimento ao público por parte do Sr. Presidente é às 2as feiras , assim sendo, seja Homem e identifique-se ,seja prestável e debata as suas ideias cara a cara e olhos nos olhos!!

De ARRE a 31.01.2012 às 23:05

Respondendo ao anónimo, não querendo ser advogado de defesa de ninguém devo dizer que nem toda a gente, ou pouca gente soube da entrevista em direto. Eu, como muitos, soube da entrevista por boca sendo possível ouvi-la ao outro dia, quando esta foi transmitida, sendo neste dia de todo impossível fazer perguntas! Concordo com Zé em relação à entrevistadora quando esta devia levar o trabalho de casa feito abordando todos os problemas existentes e ser a própria a conduzir a dita entrevista, mas também sei que não é uma jornalista profissional.
Segundo ponto: quem lhe disse que o Presidente está todas as segundas feiras no atendimento ao público, sei que o próprio disse-o na entrevista, mas não é de todo verdade. Terceiro: quando está quem lhe disse que ele quer ouvir as pessoas? Uma coisa é ouvir, outra é saber que o que lhe entrou nos ouvidos a 20 saiu a cem. Já todos sabemos que foi implantado o regime da Ditadura em Castro Daire, daí as pessoas terem medo de sugerir algo de bom para o concelho ou criticar algo que acham que está errado e o Presidente mais seu capanga vereador não gostarem, combatendo -as com represálias. E o Senhor que também não teve coragem de colocar o seu nome, porque será?
O Sr. Zé esqueceu-se de mencionar a grande medida dos cartões +,++ e +++, para os idosos usufruírem de descontos nas piscinas e termas, como todos sabemos as reformas são pequenas, mal dão para a sobrevivência quanto mais para pagar transportes para irem para as piscinas e termas, além de não haver autocarros a toda a hora!
Uma pergunta que gostaria que ele esclarecesse é o porquê do prejuízo que as termas têm dado. Pensando bem, não vale a pena, porque nada esclareceu na entrevista, as obras que falou, fora as porcarias que tem feito em Castro Daire, foram todas começadas no executivo anterior. Isto é este Executivo ainda não fez nada de relevante e de acordo com as necessidades do Concelho, fora feitas sim, algumas obras que estão a cargo do único vereador que trabalha.
Outra gostei muito foi da transformação de uma escola em abrigo para os peregrinos de Santiago, é que são tantos os que aqui passam que até provocam hora de ponta!
Também gostei da limpeza das bermas do rio, para incentivar à pesca e por causa das enxurradas! Peixes cada vez há menos por causa da poluição, além do mais foi mais uma mentira que qualquer um pode confirmar.
Etc., etc.
Resumindo dos 4 só um é que trabalhou até agora, porque os outros tês estão embrenhados em suas mesquinhezes e exigindo que os adorem. Por isso passo a citar a seguinte frase:
“Não se mede o valor de um homem pelas suas roupas ou pelos bens que possui, o verdadeiro valor do homem é o seu caráter, suas idéias e a nobreza dos seus ideais.”
Charles Chaplin

"A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio."
Martin Luther King Jr.

De Anónimo a 01.02.2012 às 20:16

ATENÇÃO!
Venho informar que a entrevistadora Sandra Pinto, está credenciada e é titular do Cartão de Jornalista.
Só para que não restem dúvidas ela é credenciada ao contrário do senhor que tão bem conheço e que aproveita o " não faz nada" para vir até aqui tentar denegrir a imagem de tantos.
Em relação ao Sr. Presidente da Câmara muito faz ele por este Concelho e que não se esconde tal como o senhor que mais parece uma toupeira!
Devia ser do seu conhecimento que só se deve falar do que sabe!
Atenção ao que diz, até porque pode ter a surpresa de vir a ter que confirmar certas afirmações mas em lugares apropriados para o efeito e agora que se fala que Castro Daire vai ficar sem Tribunal pode vir ainda a ter de pagar umas portagens para prestar contas às custas deste entretenimento.
A informática leva-nos até si!

De Ora Viva! a 04.02.2012 às 08:29

Antigamente havia a PIDE.
Neste organismo havia duas classes:
- Os agentes;
- os bufos.
Os primeiros eram pessoas que toda a gente conhecia. De alguma forma davam a cara.
Os segundos viviam ao nosso lado sem ninguém saber de quem se tratava. Faziam ameaças (mais ou menos veladas) e "assopravam" aquilo que ouviam.

Lembrei-me deles quando vi o escrito de um Anónimo que aqui escreveu em 1 de Fevereiro de 2012!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Calendário


Posts mais comentados


Farmácias de Serviço