Domingo, 15 de Maio de 2011

QUATRO FAIXAS?...

Sem nada para fazer, sem saber onde ocupar o meu tempo e também não podendo ir para o café, beber umas imperiais, porque o mísero dinheiro do RSI que o governo do “Engenheiro” Sócrates me dá não chega nem até ao dia 15 de cada mês, deve pensar o “artífice” que eu tenho que trabalhar para comer, como se ele ou toda a “malta” politica fosse algum exemplo de trabalhadores. Resolvi remexer os fundilhos das algibeiras para ver se conseguia descobrir uns trocos para comprar o jornal, não o Noticias de Castro Daire, pois esse mais parece aqueles jornais de parede que se fazia no meu tempo de estudante no colégio de Lamego. Depois de muito apalpar não consegui rapar um cêntimo que fosse. Resolvi então sentar-me num dos bancos do cada vez mais triste e sujo jardim de Castro Daire, para ocupar e passar um pouco do meu tempo. Tentei "passar um pouco pelas brasas", mas não consegui, devido á azáfama constante dos trabalhadores daquele espaço, eles eram uns a cortar a relva, outros a podar as árvores, outros a regar, ainda outros a varrer, era só trabalho. Ainda pensei aguardar mais um pouco e esperar pela noite, mas logo tirei essa ideia da cabeça, pois poderia trazer algo de grave essa minha decisão, como o poder cair, porque além da luz, em alguns locais do jardim ser insuficiente, parece-me que os electricistas camarários só têm vagar para trabalhar ali para os lados da antiga cooperativa, e o pavimento está numa lástima. É só mosaicos levantados, raízes das árvores a sair do solo, e outras coisas que infelizmente os responsáveis camarários vêm, porque passam por lá todos os dias, mas olham e assobiam para os lados, com o se nada fosse com eles. De repente, talvez inspirado pelo cheiro das papoilas, ou do que dela se extrai, surgiu-me a ideia de recorrer ao boletim municipal para saciar a minha leitura e ao mesmo tempo, achava eu, ficar informado das actividades políticas do Município castrense.

Comecei por ler as “gordas”, com algum interesse, diga-se de passagem, fotos do desfile carnavalesco, as crianças dão sempre um colorido e muita animação a esta quadra, umas fotos dumas obritas feitas para agradar ao povo, embora eu concorde com a utilidade de algumas e principalmente com algumas mudanças que se começam a notar, principalmente nos serviços que se vão fazendo na nossa vila, com os trabalhadores camarários em menor numero, mas com mais eficácia, pelo menos já não é normal ver um a trabalhar e três a conversar. Em relação às fotos das obras, uma coisa que eu estranhei foi o facto de todas elas serem obras pertencentes ao pelouro de apenas um dos Vereadores. Será que referentes aos pelouros atribuídos aos outros Vereadores não se fizeram obras? Ou os mesmos não as querem mostrar? Por aquilo que vejo parece-me mais provável a primeira hipótese.

Ainda com tempo para a leitura, resolvi por isso, saltar para o caderno onde se transcreve o que de mais importante se passou nas reuniões onde participam os Vereadores.

No referido caderno achei algumas transcrições interessantes, outras curiosas e outras, ainda, engraçadas.

Interessante saber que em tempo de crise e com o “País de tanga”, o Município Castrense é um oásis e consegue “desembolsar” mais de 300.000 € em subsídios para Associações, Grupos Desportivos e afins, com a agravante que alguns dos afins, desenvolvem pouca, para não dizer nenhuma actividade desportiva, cultural ou social.

Curiosas, o facto de o Município andar a vender em hasta pública, ou por carta fechada, como queiram, as Carvalhas situadas á beira da estrada, a preço de saldo. Só falta a informação que de seguida e nos mesmos lugares foram plantadas outras. Já sei, vão-me dizer que foi para aproveitar os buracos que já estavam abertos. Concordo, é uma decisão correcta! É quase parecido com reciclagem. Na reciclagem transformam-se coisas inúteis em coisas úteis. Neste casos transformam-se Carvalhas adultas e desenvolvidas em Carvalhas infantis que só daqui a muitos anos poderão dar sombra e estarem esteticamente inseridas na paisagem que ocupam.

Pelo meio algumas adjudicações e concursos para execução de obras, o que é sempre digno de exaltar e fica bonito para quem lê.

Para ao final deixei aquele que me parece, no mínimo, hilariante. Estou a falar na requalificação da Avenida Maria Alcina Fadista, com a inclusão de quatro faixas de rodagem e respectivos passeios, desde o cruzamento da antiga EN 2 até ao complexo desportivo. Verdade seja dita! Um dos Vereadores, por acaso, actualmente na oposição, votou contra o número de faixas, quanto aos restantes, diga-se em abonação da verdade, siga a banda, acabe-se a reunião e receba-se a senha de presença,porque a modesta quantia de 999.941,62€,quase um milhão de euros,é uma "migalha" no orçamento do Municipio. A crise não chegou à Câmara de Castro Daire,para poder esbanjar dinheiro de tal forma!

Estou a pensar, felizmente, ainda, por enquanto, não paga imposto, desde que não se pense alto, fiscalizar, dada a minha disponibilidade de tempo, aquela referida obra, para avisar o empreiteiro que não se esqueça de colocar semáforos no final da mesma, junto ao complexo desportivo, para que não aconteçam acidente em excesso. Ou será que existe alguma outra solução para controlar e escoar o trânsito de quatro faixas quando este bruscamente tem que passar a utilizar apenas duas? Se calhar existe, deve ser alguma ideia bombástica de algum dos “iluminados” da engenharia existente ali para os lados da rua Cândido dos Reis. Tipo duas para viaturas e outras duas para kartódromo ou autódromo ou quem sabe, pista de aterragem ou até mesmo, para sky, skate ou trenó! Na ausência de melhor, poder-se-á sempre dizer que foram feitas porque... Porque sim! Pronto! “Quem andou em Coimbra fui eu! Brincamos ou quê?”

Vou continuar, qual Viriato de espada em riste, aguardando pelo desenrolar desta magnífica obra que eu apelido de engenharia serrana, porque vivemos na serra, vivêssemos nós nas zonas limítrofes de Lisboa e seria apelidada de engenharia saloia. Mas nunca esquecendo que apesar de este texto ser uma estória, a História deste Concelho continua “socialisticamente” a fazer-se desta e de outras estórias.   

    

Zé da Esquina  

publicado por Zé da Esquina às 14:20
link do post | comentar | favorito
39 comentários:
De nao interessa para kota a 17 de Junho de 2011 às 23:29
Caro amigo,asseguro-lhe que trabalho por conta própria. Se tenho tempo para vir a blogs ou não,não será certamente da sua conta. Se é reformado e só recebe 300 euros,lamento, acredito que seja complicado viver com este valor. Agora,agradeço que não descarregue a sua revolta naquilo que eu comento. Já agora,lembro que as reformas são calculadas mediante os descontos feitos. Há reformas dadas a pessoas que nunca descontaram na vida. Provavelmente o senhor recebe os seus 300 euros à custa da minha contribuição à S.Social. Pondere bem as palavras que escreve na próxima vez que o fizer. Um grande abraço.


De Anónimo a 5 de Junho de 2011 às 12:40
Há uma funcionária da Câmara Municipal de Castro Daire que estando com baixa há um mês, foi trabalhar na sexta-feira, para que hoje pudesse estar na mesa de voto, e ter o dia de folga amanhã, e ganhar o respectivo subsídio de 75€. É pura e simplesmente uma VERGONHA. É uma vergonha para os senhores da Câmara que não deviam permitir este tipo de situações, e uma vergonha para ela própria como cidadã.


De Veradeiro a 16 de Junho de 2011 às 19:48
Gostei do teu comentário. Observas bem.... é uma vergonha... e já viram a nota informativa no site da câmara até da vontade de rir. lol enfim... e viva a republica das bananas... fazem o q querem ....hoje n me apetece trabalhar... vou pôr um dia de ferias... a avaliação do pessoal é uma treta.... e quem trabalha ainda querem q trabalhem mais... e estes atestados não os compreendo. n sei de quem é a culpa... talvez tb de quem os dá.... o pais anda mm bem... sp andou... viva o fmi ....


De nao interessa para kota a 29 de Maio de 2011 às 17:46
Caro amigo,eu trabalho por conta propria,não preciso de tachos...perdeu uma boa oportunidade de ficar calado...


De KOTA a 9 de Junho de 2011 às 23:59
Se o "não interessa " trabalhasse por conta própria não tinha tempo para andar em blogues. Vives é à conta do estado e não tens que fazer. Eu também não posso falar porque sou reformado como tu, Só que recebo 300€/mês. É a vida.


De Comandita a 28 de Maio de 2011 às 19:43
Falam..falam, mas a "comandita" é que vai mandando em Mões e nas próximas eleições la estamos a mandar ainda mais!
Nem a câmara nem a junta fazem nada na freguesia! Isso é que haviam de comentar!
Até a Feira Medieval! lá vão estar aqueles que sabem fazer alguma coisa. Ou vocês vêm mais alguém com valor na nossa terra? É só fanfarrões!
O Veredador do PSD não é burro como o do PS!
Comentem a vontade mas no final, nós ganhamos os euros!


De Contador a 1 de Junho de 2011 às 00:11
Parece-me som de instrumento musical!
És uma marioneta na mão do teu dono, o tal que não é burro e que te dá os euros a ganhar!
Ou andas distraído ou tens que tirar as palas!
No final fazem-se as contas e o povo decide.


De Outro Castrense a 28 de Maio de 2011 às 00:13
Estou completamente de acordo consigo Sr. Um Castrense. O Sr. Zé Manel fez discursos muito bonitos durante a campanha mas não aplica tendo a oportunidade disso nas Assembleias. mas por um lado é bom isso acontecer porque ficamos a saber quem não devemos votar nas próximas eleições. É mais um em que a único interesse tem pelo Concelho de Castro Daire , é o cheque das Assembleias e sede de poder. Confeso que me desiludiu muito. A unica coisa que defende é os seus interesses, entre um tachito e aliados para um próximo cargo a que se irá candidatar ainda este ano. Esperem para ver... quem estará a seu lado...
Esclareçam-me do seguinte, se ouver alguem que saiba: A filha deste Senhor não trabalha na Câmara?


De Terras de Mões a 27 de Maio de 2011 às 00:36
Em Mões já esta instalada uma guerra entre a comandita do PSD!
E Não é que o veterano das mesas de Mões(PSD) vai ficar de fora porque o vereador José Manuel(PSD) não o quis meter nas listas? Preferiu meter lá o cobrador da água e sua esposa, também está bem!, já que lhe arranjou empregos agora mais 75€ vão a calhar!
O Veterano já se andou a queixar nos cafés! Mas vá... engole lá isso! tem que se manter as aparências, ou então pedia ao Sobrinho(vereador Rui) para o nomear pelo PS!

Foi a paga por não ter votado no Vereador do PSD para a câmara?! Zangam-se as comadres descobrem-se as verdades!!! Na altura certa vou comentar as novidades!



De nao interessa a 26 de Maio de 2011 às 21:41
Em relação ao falsos profetas, agradeço que se abstenha deste tipo de expressões,pois no meu comentário não ofendi ninguém nem proferi expressões ofensivas.simplesmente dei a minha opinião.obrigado


De de nao interessa para um castrense a 26 de Maio de 2011 às 21:34
Como não tivemos oportunidade de ver o sr José Manuel como presidente,não podemos tirar conclusões precipitadas do que se vê. No entanto,na minha opinião,a sua observação não trouxe nada construtivo ao meu comentário anterior,apesar de o respeitar.


De Avé CDR a 21 de Maio de 2011 às 19:22
Em primeiro lugar, parabéns Caro(a) Zé pelo seu post. Já nos fazia falta.
Em segundo lugar, aos verdadeiros que por aqui passam e falam, ou do que não sabem, ou como lhes (mal) explicam, deixe-nos dizer uma ou duas coisas.
Sinceramente não percebo como se pode defender que a parceria publico-privada era ruinosa para Castro Daire (e com a qual não concordava) e depois se aceita que o objecto dessa parceria faça publicidade de outros privados sem, que se saiba, daí obtenha quaisquer rendimentos. Tal é bom para Castro Daire? Se calhar tinha razão o falecido senhor para impedir a entrada de alguns vampiros no seu domínio!
Os que hoje criticam estao todos preparados para se sentar no velho mocho? Então e os que receberam dinheiro para benefeciar as empresas adjudicatárias em algumas intervenções nos nossos montes? E aqueles que permitiram que uma empresa adjudicatária, que até recebeu como se a obra estivesse concluída, de um obra publica fosse aquela que faliu, já depois de ter sido feito o auto de medição e recepção provisória, mas antes da obra acabada? Então e os que permitiram que uma obra visse a rede de iluminação chumbasse e hoje sopre ao sr. presidente que a obra é do empreiteiro e da arquitecta e não do seu verdadeiro dono – a câmara? Tambem se encaminham para o velho mocho?
Qual seria o político que perderia a oportunidade de requalificar a antiga EN2 desde o cruzamento de Cinfães até à Av. Maria Alcina? A hipótese nenhum. A forma é que já não sei!

Qual seria o político que desdenharia a possibilidade de executar a primeira parte de um projecto existente na Câmara desde 2002 que mais não é do que a variante a nascente do centro urbano de Castro Daire que ligará à A24 , prevista tanto quanto sei no PU da Vila? Se calhar os actuais para que se não diga (como alias é verdade) que so executam obras do anterior!
Qual seria o político que recusaria dotar a parte restante da Av. Maria Alcina de passeios, electricidade como deve ser e não aquela rede do século passado lá colocada em 2009 para resolver o problema a dois ou três amigos? Os mesmos que pensam que não há dinheiro para pagar as expropriações por capricho! (ou pensam que o preço pago sai do financiamento a 85%)
Qual seria o político que recusaria efectuar estas obras por apenas um milhão de euros , comparticipadas a 85%? O mesmo que pensa que se calhar 150.000,00 € podem fazer falta para outras obras, mais essenciais!

Aqueles que não têm respeito pelos funcionários que trabalham, que pensam pela sua cabeça, são os mesmo que se dirigem aos colegas em tons impróprios e aviltantes, não? Ou são aqueles que em vez de premearem o mérito, avaliam positivamente funcionários por causa de falsas injustiças advindas de licenciaturas tiradas em tempo laboral e por conta do município, não? Ou são aqueles que, depois de simplesmente executar o seu trabalho, se preparam para aceitar compensações ilegítimas por somente fazerem em pouco tempo, o que há muito devia estar feito, não? Ou são aqueles que ficam aborrecidos, por alguém, com responsabilidade para introduzir dinheiro para certos assuntos, lhe dizer que o único trabalho, de entre muitos, bem feito é precisamente aquele que ele não fez?
Os actuais políticos estão a fazer um trabalho árduo em prol das pessoas? Deveria ser efectivamente assim, mas sabemos que não, perante uma política de beneficiação da família e de alguns amigos. Deveria ser efectivamente assim, mas sabemos que não, perante uma equipa que em vez de se entreajudar, se tenta prejudicar a todo tempo.
As verbas do QREN são atribuídas por eixos e regulamentos e, em boa verdade, a massaroca ou se gastava ali ou ia para Tondela? Sabe que não. Assim como assim que fique em Castro Daire? Estranho!? Sabe que não. Era só ali que se investia o dinheiro do QREN? Sabe que não. A obra vai ser feita somente por 1.000.000 €? Sabe que não. O QREN dá mais algum que não o estipulado? Sabe que não.
Ou não sabe e se inventa, querendo passar por verdadeiro. Ou então sabe e mente, logo não sendo verdadeiro

Loas ao Presidente Carneiro? Não, meus caros amigos. Pegando num dos sinónimos de loa, patranhas á Presidente Carneiro.
Mas concordemos em alguma coisa - é a vida!


De RSI a 28 de Maio de 2011 às 02:12
Bi.... Estás com uma borracheira que já não dizes coisa com coisa. Este Avé deve ser primo do verdadeiro! É a vida!...


De nao interessa a 20 de Maio de 2011 às 22:18
Caros amigos, tivemos oportunidade de mudar realmente o rumo do concelho,e falo concretamente do actual presidente e do candidato sr. José Manuel. Analisem o percurso profissional destes dois senhores e tirem as vossas conclusões. O povo só tem o que votou. Agora é tarde. Porquê? Porque votaram de forma pouco inteligente. Esperavam que o sr. Fernando tirasse o coelho da cartola?Ao fim de 30 anos de trabalho conhecido na Casa do Povo.,estavam a espera de quê? Ou o povo temeu,(nomeadamente os funcionários da câmara) a rectidao,o profissionalismo,a isenção,a posição determinada do sr. José Manuel? Agora não há nada a fazer....tivemos hipótese de mudar,mas não mudamos...esperemos que nas próximas eleições tenhamos candidatos de peso para podermos realmente mudar positivamente este concelho.


De Um Castrense a 26 de Maio de 2011 às 20:58
Então o Sr. Zé Manel não é o aliado nº1 do Sr. Carneiro (Presidente)? Não são iguais? O MIC na Assembleia Municipal senta-se lado a lado com ele, votando sempre a favor o que é apresentado. Não iludam as pessoas com falsos profetas.


De KOTA a 28 de Maio de 2011 às 02:28
Hum, ias mudar o rumo para onde? Para a Ponte Pedrinha?, ou para o Mezio? Tu queres é tacho na Câmara, mas não tens competência para isso!, lol


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. NOTICIAS DE 1 DE ABRIL

. TUDO (N)A MESMA...

. PELOUROS

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim