Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)



Domingo, 25.07.10

ANOMALIAS ....

Tenho colocado no blogue algumas postagens sobre situações que estão menos bem na vila de Castro Daire, algumas delas põem em causa a segurança do munícipe, outras dão um aspecto desarrumado e mesmo feio aos residentes e a  todos aqueles que nos visitam.

Estas anomalias já não são novas, no entanto este executivo camarário tem cerca de 9 meses de activo e além de não os minimizar os mesmos ainda aumentaram.

 

Vamos aos factos:

  • Continuam a existir esplanadas na vila de Castro Daire a ocupar passeios e lugares de estacionamento automóvel;
  • As obras do Coreto permanecem paradas e a dar um aspecto horrível a quem por lá passa;
  • Na avenida dos Bombeiros Voluntários, do lado do Jardim Municipal, ainda estão por colocar algumas lajes em pedra o que torna difícil a locomoção, principalmente para pessoas deficientes ou com dificuldades motoras;
  • A zona do Calvário e as escadarias adjacentes continuam às escuras, o espelho de água continua imundo de lixo e com a sua água a cheirar mal, os holofotes aí colocados continuam sem funcionar, continuam a existir pinturas obscenas nas paredes da zona circundante e na sua escadaria, a rega automática, teima em entrar em funcionamento, propositadamente, ou talvez não, na altura em que passam pela zona diversos caminhantes. Seria de bom-tom mudar o horário de funcionamento dos aspersores;
  • Continua, na vila de Castro Daire a não existir nenhuma indicação de direcção, para os automobilistas que se queiram dirigir aos Bombeiros Voluntários;
  • As casas dos magistrados continuam ao abandono e cada vez mais em estado deplorável;
  • Continua sem se tomar uma atitude de responsabilizar os proprietários pelas casas em estado de ruína as quais põem em risco quem por lá passa;
  • Continua a existir diversas sebes e ramos de árvores sobre os passeios a dificultar a passagem dos transeuntes;
  • Continuam candeeiros com os fios à mostra colocando em perigo crianças e adultos na zona do Calvário e Centro Municipal da Cultura;
  • Continua a “pouca vergonha” da feira quinzenal se realizar numa das artérias mais movimentadas, em termos de trânsito, da vila de Castro Daire;
  • Continua em estado deplorável o polidesportivo do Calvário;

Com este post não quero de modo algum dizer que o actual executivo fez mais ou menos que o anterior, quero apenas frisar aquilo que na minha opinião e a de muitos Castrenses que visitam a minha esquina comentam de coisas simples e banais mas que ao serem reparadas melhoravam e muito a qualidade de vida e o bem-estar de todos nós.

Eu cá permanecerei, na minha esquina, atento aos avanços e recuos desta vila que apesar de bonita o poderia ser mais se existisse interesse e consciencialização por parte daqueles que detêm o poder.

 

Zé da Esquina

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé da Esquina às 23:22


4 comentários

De Avé CDR a 02.08.2010 às 16:47

Caro Zé.
Sem me querer substituir ao município, acho que deveria contribuir com as seguintes informações:
- Quanto às esplanadas na vila de Castro Daire acho que a existência deste tipo de espaços (desde que devidamente autorizadas), não é criticável em si mesmo. Talvez se tivessem feito o seu serviço em condições os serviços camarários pudessem ser solução e não parte do problema.
- Quanto às obras do Coreto parece que vai haver solução do problema em Outubro, (esperemos que as reparações do próprio coreto aguentem até lá)
- Quanto às lajes por colocar na Av. dos Bombeiros Voluntários, do lado do Jardim Municipal, já foi notificada o administrador da insolvência da empresa responsável para conclusão da obra
- Os problemas na zona do Calvário são efectivamente da competência do Município (este não tem a posse mas a obrigação da manutenção por protocolo) e se não mudarem os patrulhamentos policiais, não tem solução á vista)
- Está difícil a obtenção da placa a indicar Bombeiros, parece que queriam descontar a verba de tais placas do subsídio que foi atribuído.
- As casas dos magistrados são um problema que o Ministério da Justiça não deixa desbloquear, pura e simplesmente pela inércia que lhe é característica
- Quanto às casas em estado de ruína que põem em risco quem por lá passa; veremos se a CAM começa definitivamente a funcionar (com o actual presidente desta comissão porem antevejo que vamos ver mais asneiras)
- Quanto a sebes e ramos de árvores é preciso notar que muitas são propriedade privada e se não houver pressão (como aconteceu com os lotes na urbanização frente ao bairro das Eiras) os particulares nada farão.
- Quanto aos candeeiros e fios, nada se sabe
- Da feira parece que há a ideia de implementar o projecto do anterior executivo
- Do estado do polidesportivo do Calvário, soube-se em 24 de Junho de 2010 que o empreiteiro foi oficiado para repor a situação anterior no prazo de 3 meses (vamos ver se em Setembro está resolvido).
Espero ter sido um auxílio no esclarecimento
Um abraço.

De Anonimo a 03.08.2010 às 00:07

O trabalhador tem razão. O AVE esta cada vez mais aldrabão. O Calvário não é da Câmara e não há nenhum protocolo, logo não só foram ilegais as obras como ilegal é a manutenção. As casas em ruínas são da competência da divisão de obras particulares e da divisão de obras municipais. Logo o tiro sai-te pela culatra. O teu ódio pelo eng. Ernesto tolda-te o espírito e incentiva-te à aldrabice. A CAM, que é presidida pelo teu "amigo" engenheiro Ernesto, nomeado pela tua amiga eng. Eulália, não tem como missão as casas em ruínas, mas sim os problemas derivados do arrendamento urbano. Mais uma canhoada para os pés. A feira, como se pode ver no DR de sexta feira em foi publicada a obra, não é um projecto do anterior executivo, mas deste O anterior executivo queria lá por um multiusos e anular a ligação entre as duas estradas, tolhendo Castro Daire Este executivo vai fazer o Parque Urbano de Castro Daire e a respectiva ligação entre a EN2 2 a EN225. Mais uma asneira do AVÉ resultando, quiçá, de um momento ébrio. O Poli desportivo do Calvário e as asneiras que lá estão tem um nome: Eulália Teixeira e Paulo Almeida. E tira o cavalo da chuva que não é o empreiteiro que vai arcar com as consequências porque a responsabilidade é de quem projectou e mandou fazer, não é do empreiteiro como se irá provar. Mais uma que o eng. escapou. Quando o ódio nos cega dizemos e fazemos mais asneiras. Deixai o homem trabalhar. Não foi por acaso que na aplicação do SIADAP foi o trabalhador da Câmara mais classificado em 2008 e 2009.
Desespera AVE.

De Anónimo a 04.08.2010 às 11:45

Ah! "O Grande" Ernesto sabe disto. Atira-lhes porque as balas deles, agora, estão sem pólvora. Mas com cuidado porque às vezes "há mais marés que marinheiros". O "quero, posso e mando" tem tendência a acabar. Um ano já foi, apenas faltam três.

De Anonimo a 04.08.2010 às 15:23

Tem tendência a acabar? Olha o Carneiro: quero posso e mando! O tempo não está para marionetas. Mais um (uma) que acredita no Pai Natal!...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Calendário


Posts mais comentados


Farmácias de Serviço