Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 ESQUINAS

BLOG ONDE SE PODE E DEVE FALAR DE TUDO (SOBRETUDO O INTERESSANTE)



Domingo, 25.07.10

ANOMALIAS ....

Tenho colocado no blogue algumas postagens sobre situações que estão menos bem na vila de Castro Daire, algumas delas põem em causa a segurança do munícipe, outras dão um aspecto desarrumado e mesmo feio aos residentes e a  todos aqueles que nos visitam.

Estas anomalias já não são novas, no entanto este executivo camarário tem cerca de 9 meses de activo e além de não os minimizar os mesmos ainda aumentaram.

 

Vamos aos factos:

  • Continuam a existir esplanadas na vila de Castro Daire a ocupar passeios e lugares de estacionamento automóvel;
  • As obras do Coreto permanecem paradas e a dar um aspecto horrível a quem por lá passa;
  • Na avenida dos Bombeiros Voluntários, do lado do Jardim Municipal, ainda estão por colocar algumas lajes em pedra o que torna difícil a locomoção, principalmente para pessoas deficientes ou com dificuldades motoras;
  • A zona do Calvário e as escadarias adjacentes continuam às escuras, o espelho de água continua imundo de lixo e com a sua água a cheirar mal, os holofotes aí colocados continuam sem funcionar, continuam a existir pinturas obscenas nas paredes da zona circundante e na sua escadaria, a rega automática, teima em entrar em funcionamento, propositadamente, ou talvez não, na altura em que passam pela zona diversos caminhantes. Seria de bom-tom mudar o horário de funcionamento dos aspersores;
  • Continua, na vila de Castro Daire a não existir nenhuma indicação de direcção, para os automobilistas que se queiram dirigir aos Bombeiros Voluntários;
  • As casas dos magistrados continuam ao abandono e cada vez mais em estado deplorável;
  • Continua sem se tomar uma atitude de responsabilizar os proprietários pelas casas em estado de ruína as quais põem em risco quem por lá passa;
  • Continua a existir diversas sebes e ramos de árvores sobre os passeios a dificultar a passagem dos transeuntes;
  • Continuam candeeiros com os fios à mostra colocando em perigo crianças e adultos na zona do Calvário e Centro Municipal da Cultura;
  • Continua a “pouca vergonha” da feira quinzenal se realizar numa das artérias mais movimentadas, em termos de trânsito, da vila de Castro Daire;
  • Continua em estado deplorável o polidesportivo do Calvário;

Com este post não quero de modo algum dizer que o actual executivo fez mais ou menos que o anterior, quero apenas frisar aquilo que na minha opinião e a de muitos Castrenses que visitam a minha esquina comentam de coisas simples e banais mas que ao serem reparadas melhoravam e muito a qualidade de vida e o bem-estar de todos nós.

Eu cá permanecerei, na minha esquina, atento aos avanços e recuos desta vila que apesar de bonita o poderia ser mais se existisse interesse e consciencialização por parte daqueles que detêm o poder.

 

Zé da Esquina

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé da Esquina às 23:22


3 comentários

De Avé CDR a 28.07.2010 às 01:44

Nove meses são demasiado pouco para se poder corrigir algumas “miudezas sem significado” (nas palavras de um colega comentador) como as que aponta neste post.
Principalmente quando se passam esses mesmos nove meses a:
a) Reorganizar a estrutura dos funcionários de modo a cumprir o SIADAP (ah! Não? Espera! isso foi feito por consultores externos?)
b) Actualizar o regulamento de taxas (ah! também não? também se encomendou o trabalho a outro prestador de serviços externo?)
c) A auditar as contas do anterior executivo (ah! Não? também não se encomendou esse serviço a uma entidade independente?)
d) A reordenar as obras que andavam nesta vila, assim removendo algumas soluções perfeitamente inúteis como, p. e., as rampas dos passeios e da Av. dos Bombeiros Voluntários (ah! Não? Ainda lá estão as rampas e também os agrafos dessa avenida?
e) A planear o modo de incrementar o Turismo Termal, promovendo um projecto integrado de divulgação e diversificação da oferta. (ah! Também não?)
f) Então foi a fazer romarias, feiras e festas? (ah? Também não? Isso está reservado a quem por se vai fazendo ouvir a dizer que quem manda ali é ele?)
É pá, Zé, desculpe mas hoje não acerto uma.
Se calhar é de estar curado, como no anúncio.
Ou então, querem lá ver que quem dizia temer pelo futuro tinha razão?
Querem lá ver que não há nada para dizer que foi feito, porque nada foi feito?
Pelos vistos é melhor fazer como dizem alguns (não) trabalhadores.
É melhor esperar (pelos vistos sentado), estar atento ao que aí vem (sabe-se lá quando) e depois veremos que afinal este executivo andou a dormir ( e nós também).

Um abraço.

De Trabalhador a 28.07.2010 às 18:24

Nao acertas uma porque estás bebado. Queres que tirem a rampa para não torpeçares quando vais com a cabeça pesada e á roda, e titar os agrafos da rua para encostares o carro ás montras e ve-las atrás do carro como antigamente. Ganha juízo e vai curarte. Já ninguém te liga.

De sem perceber a 02.08.2010 às 17:05

Ele há lá coisas... Não são importantes mas de tanto lê-las até doem os olhos...

O outro é que está bêbado, mas o Trabalhador é que tropeça no português...

É bêbado e não "bebado".
É tropeçares e não "torpeçares".
É tirar e não "titar".
É vê-las e não "ve-las".
É curar-te e não "curarte".

E já que estamos nisto, se ninguém liga ao Avé CDR, porque é que o Trabalhador lhe respondeu?

Ou ele é alguém, que liga ao Avé o suficiente para lhe responder e, por isso, mentiu, quando diz «Já ninguém te liga».

Ou então, não é ninguém, não liga ao Avé e não lhe devia ter respondido.

De qualquer modo fico sem saber porque motivo tenho de dar mais credibilidade aos seus comentários.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Calendário


Posts mais comentados


Farmácias de Serviço