Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

PERGUNTA INDISCRETA...

O Bog 4 Esquinas vai, a partir de hoje, criar uma rubrica intitulada pergunta indiscreta.

O objectivo será colocar á disposição dos leitores uma pergunta para que todos possam comentar a mesma.

Todos aqueles que quiserem poderão enviar, para o correio electrónico culturacastreja@sapo.pt  ou para os comentários do post  uma, ou várias perguntas, para que as mesmas possam ser postadas e comentadas.

Para começar deixo aqui aquela que será a primeira de muitas. Espero eu!

 

Porque será que os panfletos de propaganda eleitoral dos candidatos do PSD e CDS/PP á Junta de Freguesia de Castro Daire contêm o mesmo slogan?

 

” SÓ PROMETEMOS TRABALHAR”.

 

Os leitores,do 4 esquinas, enviaram para o correio electrónico algumas perguntas.

Aqui vai a postagem de algumas

 

Zé da Esquina

  1. "Quando acabam as obras no coreto"?
  2. "Porque será que só alguns candidatos á Câmara Municipal de Castro Daire (PSD e MIC) é que foram á entrevista da Rádio Lafões"?
  3. "Porque é que nos últimos quatro anos não houve oposição por parte dos vereadores eleitos pelo PS? E só se lembram agora na campanha eleitoral"?
  4. "Porque é que nunca se deu relevo, por parte dos órgãos políticos, ao verdadeiro centro da vila, à sua importância e à sua história e ao seu contributo para a economia e turismo da Vila? Falo desde o Coreto, passando pelo Retiro e Bairro do Castelo, apreciando as vistas mais lindas de Castro Daire, onde em poucos locais se pode usufruir e, a nível de manutenção muito pouco é feito, excepto pelos moradores e pela recente Associação do Castelo, com a qual, a actual presidente não parece estar muito de acordo".
publicado por Zé da Esquina às 21:43
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Zé da Esquina a 12 de Outubro de 2009 às 20:46
Para o Senhor anónimo que fez um comentário ás 20,08 horas tenho a informar o seguinte : O seu comentário não será publicado,por conter linguagem injuriosa e difamatória para com os visados. Nunca publiquei,nem publicarei comentários dessa indole.Para que um comentário desse tipo possa vir a ser publicado,tem que demonstrar provar que aquilo que escreve corresponde á verdade.Pois eu não possuo nenhum indicador de que as suas afirmações sejam verdadeiras.
Caso queira reformular o seu comentário em termos de linguagem,queira ser um prazer da minha parte aprová-lo.
Zé da esquina.


De Anónimo a 5 de Outubro de 2009 às 14:00
Comenta-se aí pelas esquinas que o programa eleitoral do CDS-PP está para sair. O trabalho está a ser árduo até se fazem maratonas para "cortar" frases que já constavam do mesmo... Porque será???


De anonimo a 6 de Outubro de 2009 às 21:14
Já vi o programa eleitoral e reparei na palavra que estava apagada com corretor, na minha opinião, uma situação vergonhosa para quem concorre nessa lista.


De Calibra a 4 de Outubro de 2009 às 09:26
Porque é que nunca se deu relevo, por parte dos orgãos políticos, ao verdadeiro centro da vila, à sua importância e à sua história e ao seu contributo para a economia e turismo da Vila? Falo desde o Coreto, passando pelo Retiro e Bairro do Castelo, apreciando as vistas mais lindas de Castro Daire, onde em poucos locais se pode usufruir e, a nível de manutenção muito pouco é feito, excepto pelos moradores e pela recente Associação do Castelo, com a qual, a actual presidente não parece estar muito de acordo.


De Esperança a 2 de Outubro de 2009 às 09:26
Realmente estas obras no Coreto dão que falar...Com tantos sitios onde gastar o dinheiro, e com mais urgência, cismaram com o raio do coreto, já não estava bem a como estava (uma grande m....) mas não, ainda querem enfeitar mais aquilo...valha-me Deus..


De Anónimo a 1 de Outubro de 2009 às 20:33
Porque é que nos últimos quatro anos não houve oposição por parte dos vereadores eleitos pelo PS? E só se lembram agora na campanha eleitoral?


De Anónimo a 1 de Outubro de 2009 às 14:59
"Porque será que a equipa do PS é constituida por 3 enfermeiras?"; e todas elas para mim são caras desconhecidas ao contrário da lista de 2005, que esta sim tinha cidadãos experientes :-)


De Anónimo a 3 de Outubro de 2009 às 23:36
Caro anónimo,o Senhor ainda não deu conta que esta situação é por causa da gripe que aí vem!


De Anónimo a 5 de Outubro de 2009 às 13:52
Pois é... mas tantas enfermeiras acabadas de sair da escola tendo tanta formação nesta área, e ainda um médico reformado mas experiente e nenhum me parece que está a ser capaz de "proteger" o seu cabeça de lista contra a Gripe A...
Não se lembram das recomendações da DGS? Não cumprimentar as pessoas com beijinhos na cara :-)
Cuidado Sr. Fernando, olhe que pode vir a ser acusado de ser o maior propagador (voluntário) desta pandemia no nosso concelho.


De Alexandra a 30 de Setembro de 2009 às 23:46
Será que enquanto contribuinte, os meus impostos irão ser bem empregues, ao contrário do que tem sido até aqui?

Como contribuinte, devo dizer que vi os meus impostos serem muito mal empregues, sendo um exemplo as obras do coreto, onde ainda não percebi o que é que se tornou aquele espaço, pois os bancos que colocaram, me parecem ser, de um lado, a extensão da sala de espera do consultório aí existente, enquanto do outro, parecem ter sido colocados a pensar numa profissão ainda inexistente em Castro Daire, isto é, para arrumadores de carros. Pergunto para onde foram os bancos antes aí existentes? Eram mais bonitos e confortáveis!
Como todos sabem o coreto serve para abrigar bandas musicais em concertos, festas e romarias. Também é usado para apresentações políticas e culturais, então qual a utilidade dos bancos com as costas voltadas para este. E o sítio envolvente deixou de ter a utilidade que sempre teve, ou seja, que propiciar convivência e ou recreação para seus usuários onde se andava a pé ou de cadeira de rodas o que agora é impossível com uma espécie de “aterro” que lá fizeram!
Quando se fala destes estragos, diz-se são obras à moda do “engenheiro” em tom de desagrado, e eu pergunto, qual a função da presidente, quando esta deixa um mero funcionário gastar fortunas (dinheiro de todos os contribuintes) cometer barbaridades destas! O coreto e seu largo que era um lugar aprazível para o convívio deixou de existir, felizmente o mero funcionário não teve a ideia, ainda, de demolir o coreto!


De fiscal a 1 de Outubro de 2009 às 00:20
Quem é que te disse que o tal "engenheiro" não teve ideia de demolir o coreto??? Repara no rectângulo que tá formado no meio do largo e diz-me realmente se o coreto fica bem enquadrado nele?! De certeza que o projecto inicial não era para ser assim como eles queriam, por isso é que ainda não acabaram as obras por lá (vai ser preciso uma boa obra de engenharia!!!). Vocês ainda não sabem da missa a metade, porque só com forças divinas é que aquele coreto tá de pé! Nem imaginam a peste que anda naquela câmara municipal...parece pior que a gripe A.

Castro Daire...a ALDEIA DA PEDRA.


De Anonimo a 1 de Outubro de 2009 às 10:29
Suponho que estes 2 comentários estão no post errado.


De Anónimo a 1 de Outubro de 2009 às 11:22
Essa talvez fosse a melhor ideia, já não há bandas a tocar no coreto, é, seguramente, uma ideia de modernidade . Eu votava nessa.


De Alexandra a 1 de Outubro de 2009 às 22:27
A modernidade pode andar de mãos dadas com a história e preservação desta.
Se na sua opinião, modernidade é destruir e gastar o dinheiro dos contribuintes nessa mesma destruição,achando o senhor que deitar o coreto abaixo seria uma ideia de modernidade só posso concluir que você não é de cá, mas foi em Castro Daire que encontrou oportunidades que não encontrou na sua terra, por essa razão o coreto não lhe diz nada, ou é uma pessoa que teve uma infancia infeliz e não quer nada que o faça lembrar tempos passados.
O coreto e o espaço envolvente não necessitava dessa destruição, extravagante em termos monetários, mas sim, manutenção, tudo o que existia antes deveria ser preservado. Mais uma vez pergunto para onde foram os bancos e os cubos que embelezavam o chão?
As escadas de granito polido que colocaram, de acesso ao coreto nada têm a ver com a estética do coreto, alem de esse tipo de pedra ser caríssimo.
Será que haverá algo "atrás" da pedra que os castrenses não saibam?
Felizmente ainda resta algo (muito pouco)da história de Castro Daire, ou porque são propriedades privadas, ou porque o Estado considerou monumentos de interesse público, senão o engenheiro já teria destruido tudo para substituir por granito polido, mas no meio disto tudo a única pessoa a quem eu atribuo responsabilidades de tudo isto é à entidade máxima, neste caso, à presidente.


De paivita a 30 de Setembro de 2009 às 22:32
Bem, se calhar vão fazer aquilo que o actual presidente da freguesia de castro daire(candidato pelo PS) não faz...que é TRABALHAR!! Pode ser que os próximos andem a passear menos de jipe!!!


De Isaias a 30 de Setembro de 2009 às 18:24
Essa frase contem um verbo,conjugado no presente do indicativo, que não sei porquê, mas está sempre presente no “falatório” das campanhas eleitorais. Referi-mo ao verbo prometer.


De João a 30 de Setembro de 2009 às 12:19
Desculpem lá!
Mas por aqui se vê a pretenção destes e de outros candidatos.
Quem for eleito não vai para lá trabalhar?
Acho a coisa mais natural um funcionário ir para um emprego trabalhar!
Portante não é necessário prometer.Basta cumprir a sua função.


De Anónimo a 30 de Setembro de 2009 às 19:01
pretenção não, certamente.


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. PELOUROS

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim