Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009

VOTAREI NO MENOS MAU !

Mesmo sendo um blog do Concelho de Castro Daire e para o Concelho de Castro Daire, o 4 esquinas, atento, também, aos problemas do país, não pode deixar de expressar opinião sobre as eleições legislativas que se aproximam e cuja campanha eleitoral hoje termina.

As mesmas realizar-se-ão no próximo domingo.

Partido Nacional Renovador (P.N.R.)

Portugal pró Vida (PPV)

Coligação Democrática Unitária (PCP/PEV)

Partido Socialista (PS)

Partido Social Democrata (PSD/PPD)

Partido Popular (CDS/PP)

Nova Democracia (PND)

Movimento Esperança Portugal (MEP)

Frente Ecologia e Humanista (MPT-P.H.FEH)

Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)

Movimento Mérito e Sociedade (MMS)

Bloco de Esquerda (B.E.)

Estes são os partidos, coligações e movimentos que irão concorrer pelo distrito de Viseu, com o objectivo de elegerem o maior número de deputados para as suas cores políticas, dos 9 que serão eleitos por este distrito. Para a Assembleia Constituinte serão eleitos 230.

Todo o eleitor deverá votar em consciência, depois de ponderar os prós e os contras, ou seja depois de conhecer e analisar as propostas e programas eleitorais de todos eles e de concluir qual aquele que apresenta melhores soluções para tirar Portugal da crise profunda em que se encontra.

Pelas propostas apresentadas durante a campanha, tenho motivos para perguntar: Será que algum deles merece a minha confiança? Para mim a resposta é evidente: Provavelmente não!

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se o Francisco Louça tem ou não PPR?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se foi ou não o assessor de Cavaco Silva que forneceu a notícia das escutas?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se foi ou não devido á fuga de informação do tal assessor de Cavaco Silva que a notícia chegou às redacções dos jornais?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se a licenciatura do 1º Ministro foi tirada durante os dias úteis ou num fim-de-semana?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se o 1º Ministro é ou não licenciado em engenharia? Como se um canudo concedesse competência a alguém!

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português de saber qual a razão de Pedro Passos Coelho ter ficado fora das listas a deputados do PSD?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber se existe ou não alguma aliança secreta entre o PS e o Bloco de Esquerda?

Ø  Que interesse tenho eu enquanto português em saber tanta e tanta coisa que os políticos disseram, durante a campanha, só para preencherem tempos de antena ou páginas de jornais!

 

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não baixar os meus impostos!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não aumentar o meu ordenado!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não tirar o rendimento mínimo aqueles que não querem trabalhar!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não criar condições para que os contribuintes portugueses se possam reformar quando atingirem a idade para tal!

ü  A mim, enquanto português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não diminuir a taxa de desemprego!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não tratar todos os Portugueses por igual!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não proporcionar condições para que os filhos dos portugueses tenham um futuro melhor!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não alterar as leis que protegem os criminosos!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não alterar as leis e criar mecanismos para que os assassinos, pedófilos, violadores e outros criminosos sejam presos e condenados pelos crimes que cometem!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai continuar, como erradamnete tem acontecido,  a proteger os ricos em detrimento dos pobres!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não permitir que os cidadãos estejam anos e anos nas listas de espera para fazer uma cirurgia!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não criar condições para que todos os cidadãos tenham acesso ao serviço nacional de saúde!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não permitir que se demore anos e anos para resolver um processo em tribunal!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não pensar em criar as condições necessárias e indispensáveis às forças policiais para que estas estejam no mínimo tão equipadas como estão os criminosos!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se quem for eleito vai ou não pensar no bem-estar de todos e não apenas de alguns!

ü  A mim, enquanto Português interessa-me saber se o governo que venha a ser eleito vai ou não ser constituído por pessoas capazes, idóneas, sérias, competentes, honestas e acima de tudo com vontade de servir Portugal e os portugueses!

Infelizmente nada disto se ficou a saber durante a campanha eleitoral, talvez, com os partidos mais interessados em desviar as atenções das coisas importantes para se preocuparem apenas com o bem-estar de quem quer chegar ou já está no poder.

Esta campanha, que agora está a terminar, ficou conhecida por ser a campanha da maledicência, do ataque pessoal, do vale tudo e do salve-se quem puder.

Nunca fui a favor das abstenções em actos eleitorais, nem o serei desta vez,pois só quem vota decide!

Portanto, no próximo domingo, irei votar! Votarei naquele que me parece ser o menos mau de todos, pois bom, não vejo que algum o seja!

Depois das eleições teremos que aceitar a opinião que for expressa pela maioria dos portugueses, mas nunca poderemos aceitar ficar resignados ou subjugados a quem detém o poder!

Quero com isto dizer que independentemente de quem venha a vencer, nós portugueses nunca deveremos ficar acomodados. Deveremos sempre lutar, reivindicar, quando a razão nos assistir, manifestar, quando acharmos que estamos a ser prejudicados, criticar, quando acharmos que está mal, elogiar, quando acharmos que está bem, argumentar, quando acharmos que os argumentos dos outros não estão correctos e acima de tudo exigir que o governo que venha a ser eleito nos faça sentir orgulhosos de termos nascido Portugueses e que connosco partilhe esses mesmos sentimentos!

Zé da Esquina

publicado por Zé da Esquina às 20:43
link do post | comentar | favorito
|
contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

. LISTAS DE CANDIDATOS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim