Domingo, 13 de Setembro de 2009

ALGUMAS PERGUNTAS COMEÇAM A TER RESPOSTAS!!

 

Quando se fala de Instituições, os verbos elogiar e criticar deverão, sempre, estar associados.

Qualquer Instituição, seja ela de carácter público ou particular, estará sempre sujeita ao julgamento popular. Aliás, ter estes sentimentos (criticar e elogiar) faz parte inerente da democracia. Temos sempre o direito à opinião, seja crítica ou elogiosa e sobretudo temos o dever de reconhecer méritos aos outros quando eles o merecem.

Esta introdução serve para iniciar os temas de que vos quero hoje falar.

Escrevi um post intitulado “SIMPLESMENTE PERGUNTAS” onde constavam algumas situações que o 4 Esquinas achava estarem imperfeitas e a necessitar de iminente reparação.

Uma das situações, para a qual alertei relacionava-se com os mosaicos do Jardim Municipal, os quais, ao estarem soltos colocavam em perigo a integridade física dos transeuntes, principalmente aos de idade mais avançada. Convém não esquecer que a maioria dos frequentadores do Jardim Municipal é pessoas de um escalão etário em que os movimentos motores apresentam já uma certa dificuldade.

Pois bem, os referidos mosaicos estão a ser recolocados e alguns até a serem substituídos.

È verdade que a maioria das situações para as quais alertei continuam na mesma, excluindo um ou outro corte de sebes. No entanto, tudo tem um começo. O importante é sabermos que os nossos alertas são lidos e escutados por quem de direito, existindo preocupação, dos mesmos, em os corrigir.

Sempre disse que este blog não está ao serviço de qualquer partido ou movimento político. Está, e sempre estará, ao serviço daqueles que queiram alertar para o que, na sua opinião, está mal no nosso concelho, mas sempre com a atitude humilde por parte do seu administrador de fazer eco quando as situações são corrigidas e ou reparadas. Nunca entraremos pelo caminho da crítica destrutiva, do vale tudo e do bota abaixo. Saberemos sempre criticar, elogiar e denunciar, mas fazendo-o com o sentimento de engrandecer o nosso concelho. Castro Daire merece que nos preocupamos!

È verdade, que nunca saberemos se as reparações foram efectuadas depois do nosso alerta, se o foram por diligência de quem de direito ou se foi pelo momento politico que se vive. Seja qual for a razão, o importante é terem acontecido.

Fazendo repercussão para alguns comentários que me vão chegando, julgo também ser oportuno, reparar os placares informativos que se encontram junto á minha irmã, esquina do café, e próximo da Escola Mariana Seixas.

A necessitar de actualização estão, também os placares de informação presentes no jardim e no largo adjacente á Avenida 5 de Outubro.

Imprescindível, é também, um curso intensivo de inglês para que os habitantes/eleitores do concelho de Castro Daire consigam ler algumas frases inseridas nos cartazes de propaganda eleitoral colocados pelos independentes do MIC.

Eu, daqui da minha esquina continuarei atento, observador e acima de tudo pronto a elogiar ou criticar, consoante a minha opinião de munícipe e os ecos que vou recebendo do povo que me rodeia.

Zé da Esquina

publicado por Zé da Esquina às 22:21
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De Zé da Esquina a 24 de Setembro de 2009 às 18:42
Senhor(a) Marisa Pinto:
Se, como diz, é verdade ser estudante, aconselho-o(a) a aplicar-se mais aos estudos e menos a induzir as pessoas em erro, pois para quem diz ter poucas horas vagas, parece-me que passa muito tempo na internet.Possivelmente, não será para isso que os seus pais andam a investir na sua educação escolar. Até eu, que no dizer do(a) Senhor(a), vivo do rendimento de inserção social, não tenho tanta hora vaga.
Quanto ao blog 4 esquinas, só tem um único administrador (a), pelo que, mesmo sendo um nome plural não quer dizer que se aplique sempre que me refiro a ele. Até porque blog é uma palavra singular.
Quanto ao seu comentário, o mesmo, só será publicado quando o fizer em português. Um dos objectivos deste blog é de portugueses para portugueses.
Mais uma vez lhe digo para continuar a estudar e não enganar os seus progenitores, deixando-lhe no entanto o conselho de não enveredar os seus estudos para uma formação académica de juiz(a), pois admite os factos, só e unicamente, pelas aparências. Escolha, talvez, uma área relacionada com artes, pois parece-me ser uma pessoa com uma imaginação muito fértil.
Zé da Esquina


De Anónimo a 20 de Setembro de 2009 às 16:33
Senhor Ponyo:
Tentando não ser repetitivo, mais uma vez lhe digo que não me vou pronunciar sobre os programas eleitorais de qualquer partido ou movimento. Como cidadão, terei o cuidado de os ler, analisar e tomar a minha decisão na hora de votar.
Quanto ao resto não faço comentários. Até porque lapsos, qualquer um é susceptível de os ter.O importante é sabermos reconhecê-los.
Zé da Esquina


De Ponyo a 20 de Setembro de 2009 às 16:09
Não o vi....
Já agora, considerando que esteve presente, o que achou do programa apresentado ?? Já agora, no programa eleitoral distribuído não notou a falta (certamente por lapso) de algumas letras (l e i)...
Na minha humilde opinião, este tipo de informação devia ser bem revista antes de ser distribuída...imagine que os gatos fedorentos descobrem esta relíquia !!!

Abraço e continuação do bom trabalho


De Anónimo a 20 de Setembro de 2009 às 15:54
Quem disse ao Senhor Ponyo que o Zé da Esquina não esteve presente na apresentação dos candidatos do Movimento Independente Castrense?
Porventura, devido á azáfama política, o Senhor anda distraído ou pior ainda, mal informado.
Estive ontem, no coreto, a assistir á apresentação dos candidatos do MIC, assim como estive no auditório na apresentação dos candidatos do PSD e do PS, e no Mesio (restaurante) na apresentação dos candidatos do CDS. De igual forma, estarei na apresentação dos candidatos PCP/PEV, quando a mesma acontecer. Aliás, acho que qualquer cidadão castrense deveria fazer o mesmo, para estar informado sobre os programas eleitorais de cada um e poder decidir quem e qual o melhor para o desenvolvimento do Concelho de Castro Daire.Não se esqueça que as esquinas são 4.Logo,observam em todas as direcções!
Agora o que o blog 4 esquinas não faz, nem nunca fará, será tomar posição política sobre qualquer partido ou movimento.
A política partidária ou os movimentos políticos não me seduzem, nem me preocupam. A minha preocupação é, e sempre será, o Concelho de Castro Daire.
Zé da Esquina


De Ponyo a 20 de Setembro de 2009 às 16:41
Depois de (re)ler o seu comentário fiquei na duvida quanto à consistência e origem do mesmo. Quero com isto dizer que para a próxima esteja autenticado no blog para que os seus seguidores não se baralhem quanto à origem dos comentários. Já reparou que os seus comentários estão a sair com o perfil anónimo? Quem me garante que não há mais Zé's da esquina por estes lados
Eu também posso assinar....

Zé da Esquina
(apenas uma dica)


De Zé da Esquina a 20 de Setembro de 2009 às 17:00
Como vê,aquilo que eu disse começa a fazer sentido,isto é ,erros qualquer um é susceptivel de os ter!O importante é reconhecê-los.
Mas obrigado por me avisar que podem surgir imitações.
Zé da Esquina


De Anónimo a 22 de Setembro de 2009 às 20:59
Sr Zé, sempre achei curioso chamar aquele lugar, com o que supostamente se identifica, de 4 esquinas. O Sr usa esse nome e insiste neste comentário que tem quatro esquinas.... talvez...
E, curioso também era saber a cor de cada uma. Já sabemos a cor de uma. Declarada, mas indefinida, não foi pintada, e a das outras 3?


De Zé da Esquina a 22 de Setembro de 2009 às 21:31
Senhor anónimo:
Já que o Senhor é, ou julga ser, tão perspicaz ao ponto de já saber a cor de uma das esquinas, lanço-lhe um desafio: Tente, utilizando essa mesma perspicácia, descobrir a cor das outras três.
Obs.: Quanto descobrir, ou julgar que descobriu, dê noticias.
Zé da Esquina


De Marisa Pinto a 23 de Setembro de 2009 às 18:56
Deixem-me adivinhar... não trabalham e recebem o rendimento social de inserção. Só quem não faz nada é que tem vida para andar a ver comícios e bloguinhos, não que não sejam pertinentes, mas... por favor.. Não é blogs que Castro Daire precisa, a maioria da população nem computador, tem quanto mais saber entrar na internet.
O blog foi uma atitude pro-activa, no entanto, anónima e limitada a um certo número de leitores, acaba por valer menos que nada.
Oh Zé das Esquinas, e companhia.., bai mazé trabalhar ó..


De Zé da Esquina a 23 de Setembro de 2009 às 20:02
Senhora Marisa Pinto:
Que lhe vou dizer? Continue a fazer visitas ao blog e essencialmente a comentar, da forma que mais prazer lhe der, pois aqui não há censura!
Só uma pergunta, e creia que sem segundas intenções.
Enquanto estava a ler e comentar neste “bloguinho” estava ou não a trabalhar? Provavelmente sim, ou pelo menos o patrão imagina que sim.
Zé da Esquina


De Marisa Pinto a 23 de Setembro de 2009 às 21:58
Não induza, pois da indução nascem falsas verdades. Eu estudo, o meu patrão sou eu própria. Nas poucas horas vagas, gosto de apreciar o que a internet tem que bom e o que, por vezes, as pessoas acham que ela pode trazer de "relevante". Este blog é um exemplo.
Já que se preocupa com o Concelho e com os seus habitantes, porque não pensa nas pessoas que não têm acesso às suas opiniões?

Take care my friend (fique bem, meu amigo).


De Zé da Esquina a 23 de Setembro de 2009 às 23:04
Senhora Marisa Pinto:
Quem induziu, ou tentou induzir, foi a Senhora quando insinuou que eu vivia do rendimento de inserção social.
Fique sabendo que, também, eu nas minhas pouquíssimas horas vagas “navego” na internet e achei ser esta a melhor maneira de chegar ao maior número de pessoas do nosso Concelho.
Se a Senhora não gosta do método, paciência. Eu posso sempre, se assim o desejar, optar pela distribuição de panfletos porta a porta. Será sem dúvida uma opção futurista. Não acha?
Permita-me que lhe devolva a cortesia dizendo: Thank you for visiting my blog.
Zé da Esquina



De Ponyo a 20 de Setembro de 2009 às 13:26
Zé,

Ontem não apareceste na apresentação do MIC !!!
Não se falha a eventos deste tipo...


De Moledo 2009 a 19 de Setembro de 2009 às 21:55
VISITE:
http://moledo2009moledo.blogspot.com


De Anónimo a 18 de Setembro de 2009 às 14:13
Sr. Ze da Esquina esqueceu-se de mencionar um curso intensivo de francês, para que as pessoas percebam o que quer dizer no slogan de um cartaz do MIC " Castro Daire allez allez". O inglês, segundo estes é a pensar no futuro das crianças e jovens e o francês é a pensar no quê? Já vi que para percebermos a política destes temos que antes tirar um curso de linguas, ou será de propósito, para ninguem entender nada?!


De Anónimo a 16 de Setembro de 2009 às 12:15
Ena pá. O Zé da Esquina sabe muito da lingua inglesa.
Não é pra menos,pois tem formação nessa área. Ou estarei enganado? Não creio,parece-me que estou certo!


De Anónimo a 15 de Setembro de 2009 às 22:24
Ó Zé tu andas mesmo desactualizado. O tão falado cartaz,já não está na rotunda. Ouvi dizer que o íam colocar junto da escola secundária pois é o único sitio de Castro Daire onde o mesmo pode ser lido por quase toda a gente,tirando algumas auxiliares de serviços gerais,todos os outros que frequentam a Escola Secundária devem saber ingles. Também é verdade que nem todos são eleitores,mas sempre conseguirá algum voto.


De Barac a 15 de Setembro de 2009 às 20:20
Daaaahhhhh!!! Estamos no século XXI, a era da Tecnologia...
Eu sei que o nosso concelho é atrasado, mas não tanto.
Será que é areia demais para a tua camioneta? Fico a pensar que sim.
Não desapareceu, só mudou de sítio.
Já agora, tu devias ROAMING WITH THE WORLD. Percebes? Ou queres que te faça um desenho?


De Zé da Esquina a 15 de Setembro de 2009 às 22:15
Disse-me para vaguear com o mundo mas devo dizer que antes de vaguear com o mundo, o Sr. Barac deve vaguear para conhecer o nosso concelho! Estou a ver que para alguns, a nova estratégica política é “resolver” tudo através de um computador e já agora com internet com tráfego ilimitado, pois aldeias como Bustelo, Almofala e outras já é para eles tráfego internacional! Wake up to reality and buy a gps to know Castro Daire, because you don’t know the existence of most villages, much less reality of this, that is, the real needs!
Intitula-se de Barac, pois o Barac que eu conheço fala inglês com sotaque americano e a preocupação dele antes de vaguear pelo mundo concentra-se em, primeiro resolver os problemas do seu país e falar a língua materna que é para não haver equívocos e todos o perceberem.
Quanto ao desenho pode fazê-lo á vontade e inclusive em Inglês. Pois o desenho, esse, é universal, sendo assim, é entendido por todos.
Goodbye

Zé da Esquina


De Barac a 15 de Setembro de 2009 às 22:58
Porreiro pá. Gostei. És mesmo tu, se dúvidas tivesse estão tiradas.


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. PELOUROS

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim