Segunda-feira, 10 de Agosto de 2009

ISTO NÃO SE FAZ AO ZÉ….

Estava eu,ainda, a espreguiçar-me depois de abruptamente ter sido acordado pela azáfama e barulho dos transeuntes a caminho da feira quinzenal e eis que aqui da minha esquina apercebo-me de um burburinho e uma agitação fora do normal lá para o lado norte do jardim municipal.

Estiquei-me, coloquei-me mesmo em bicos de pés, espreitei, mas não conseguia ver nada do que se estava a passar.

Perguntei às minhas irmãs esquinas se porventura avistavam algo, mas também elas não conseguiam ver o que se estava a passar. Uma delas ainda me disse “eu vejo uns vultos mas mais do que isso não consigo porque de um lado está a cabine telefónica, do outro o quiosque e á minha frente tenho uma série de carros mal estacionados”.

Bem, fiquei apreensivo e á espera que alguma alma caridosa me viesse dar notícias.

No meio de toda esta espera e angústia, estiquei-me mais um bocadinho e nesse preciso momento levo com a luz de um flash nos olhos que me ia deixando ás escuras. No entanto, no meio das quase trevas de repente fez-se luz e pensei: Deve ser a inauguração da MOSTRA CASTRO DAIRE, pois embora sabendo que tal só acontecerá na próxima 4ª feira, pensei que a tivessem antecipado para hoje por ser dia de feira. E não teria sido mal pensado, senão anotem: dia de feira sinónimo de muita gente, muita gente têm muitas mãos, muitas mãos batem muitas palmas, logo, a ideia seria genial. Mas por isso mesmo é que eu pensei logo, não pode ser, não é hoje a inauguração.

E pronto, lá continuei naquela arreliadora dor de não saber o que se estava a passar no meu amigo e vizinho jardim.

Esperei mais um pouco e eis que começam a aparecer as primeiras novidades. “Estão a desmontar a “barraca do jardim” e os proprietários muito zangados a tirar fotografias. Comentavam alguns em surdina.Foi aí que compreendi de onde veio o flash que quase me cegara e a que se devia toda aquela agitação.

Comecei então a comentar com as minhas irmãs esquinas. A conversa foi mais ao menos esta:

Finalmente alguém com coragem política para “meter” as coisas na ordem, dizia eu.

Não, dizia uma das minhas irmãs aquilo foi devido á pressão que já se começava a fazer sentir por parte dos cafés da redondeza.

Qual quê, dizia a outra, desmontaram a “barraca” devido á Mostra Castro Daire.

Vocês não sabem o que dizem, retorquiu a 4º esquina, tiraram a “barraca”, depois da denúncia do nosso blog.

Resumindo digo eu que falo com procuração passadas pelas esquinas todas não interessa o motivo interessa é o acto em si! E esse foi de longe o mais correcto e adequado!

Quero ainda realçar o facto de ter visto a “barraca” a seguir viagem amontoada em cima de um camião, chorando e dizendo baixinho “porque será que me aconteceu isto só a mim cadé as outras”!

Eu cá continuo na minha esquina atento ao que se passa nesta nobre “Princesa da Serra” e fazendo um pedido a todos os meus leitores. Vão á minha página de perfil e consultem a minha frase favorita.

 

Zé da Esquina

 

 

publicado por Zé da Esquina às 23:51
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Refilao a 11 de Setembro de 2009 às 00:11
Ó Zé, vai-me desculpar, mas vou fazer o que devia ter feito há um mês..Enfim...efeméride...lembra-se?Deitaram a "barraquinha" abaixo?....Li há dias que uns tais comediantes, acho que 4, vão reaparecer na TV, relembrando o termo "esmiuçar"...nao refiro o nome deles, porque há quem goste e quem não goste....mas quando li aquilo, não resisti e lembrei-me doutro: "Escangalhar"...A sério...não fui eu que me lembrei....Então é assim: Estavam 8 ou 9 funcionários da C.M. a desmantelar (este é um termo pacífico...), sob a supervisão dum tal Alexandre, quando fui abordado por uma senhora de idade que passava por ali, perguntando-me:"Estao a ESCANGALHAR isto?"....Preparei a melhor voz que tinha (claro que tenho várias, nada que se pareça com o Fernando Pereira...) e respondi, alto e bom som, para o tal Alexandre ouvir ( ele que confesse que ouviu...) : Claro que estao, minha Sra....e sabe quem é ???? É a Câmara...Porque a Câmara que nós temos só sabe ESCANGALHAR!!!!! Escangalha tudo o que os outros fazem para o bem estar das pessoas desta terra !!!! Já viu bem o que andam a escangalhar ? ....Mas a Senhora foi-se afastando, com ar triste, dizendo "é pena..."....Pois....é pena que a Câmara continue a escangalhar, escangalha os passeios tipo "faca", onde se furam pneus dos carros...(a propósito....o engº ou engª do ambiente nao consegue uma máquina para eliminar essas "facas" ???....Vejam bem na Rua Cândido dos Reis...), escangalha tudo o que não está escangalhado, como diria o meu amigo Calino...Mas , pelo menos fiquei com uma certeza:não sou eleitor nesta terra, embora nascido e criado nela, gosto muito do Rio Paiva, entretanto terei de me ocupar com outros "Rios"..........Ah, pois , a certeza com que fiquei......já me estava a esquecer......é que não votaria, ou seja, votaria, em branco....sei lá...punha cruzes em todos....enfim...já perceberam, claro......ou querem que faça um desenho??? Então passem muito bem e façam por ser felizes, porque se o forem....eu também serei...


De Joana a 22 de Agosto de 2009 às 15:55
Oh minha gente, helloo!!! Estamos em Castro Daire! Estamos num país em decadência! Esperavam o quê?

A mim já nada do que se passa aqui me admira.

Não dêem tanta importância a estas coisas fúteis que não nos levam a lado nenhum e que nem merecem ser discutidas, os erros são tantos que se eu me pusesse aqui a escrever o que não me agrada, em 2221 ainda aqui estaria, velhinha caquética, e só ia em metade!

Há coisas muito piores por este mundo fora!


De Anónimo a 22 de Agosto de 2009 às 12:32
Com que então os castrenses são ignorantes? Porquê?
Convém não esquecer que a esplanada do jardim nada trouxe de novo a castro daire,a não ser lucro para os seus proprietários.
Espectaculos de fados,bons,temos que dizer a verdade foram pelo proprietários colocados á disposição dos passantes.Mas os espectáculos não teriam sido feitos para aumentar o lucro?Claro que sim!Não foram para fazer nenhum favor ao povo.
Em castro daire,já houveram grandes espectaculos de fado,refiro por exemplo artistas com Maria Alcina e Herminia Silva. E nessa altura não foi preciso nem necessário consumir umas cervejas para serem vistos,nem existia nenhuma esplanada no jardim.
Quem achar que esta terrinha de tristes e com habitantes ignorantes,pode e deve fazer um favor a todos nós... retirar-se para bem longe! Saudações de um castrense que ama a sua terra com todas as suas fraquezas e riquezas e que nunca se servir dela para negociatas....


De Anónimo a 22 de Agosto de 2009 às 04:06
Sinceramente, as pessoas de CD são umas infelizes, mesquinhas e invejosas.
Se não se faz nada nesta infeliz terrinha, é porque não se passa nada; se alguém tenta mudar, e trazer ao conhecimento dos ignorantes castrenses, coisas diferentes,nunca antes vistas em CD (como é o caso da noite de fados, do grupo arco-íris, entre outras coisas mais), as pessoas reclamam!
Expliquem-me, se não for pedir demais, o que é que esta gente demente pretende, afinal!
E com estes comportamentos irreflexivos, por parte dos ditos castrenses, querem que "isto" passe a cidade!
Isto é, no mínimo, hilariante!


De Ana a 21 de Agosto de 2009 às 17:28
Tou a ver que são todos castrenses (ou não), principalmente a Marisa, coragem da treta, é pena que ainda alguém não tenha visto em todos estes comentários que é tudo uma questão de "pena" politica, afinal a barraca não é da mesma côr da Câmara. É uma pena que derrepente alguém pense que esta terra precisa de alguma coisa, tiveram pena dos castrenses e com muito sacrificio montaram a barraca, mas ninguém pensa que quizeram servir-se de nós porque não o conseguiram noutros lados...... noutras terras.....
se precisarem estou disponível e não é dor de cotovelo.... eu até sou de cá.....
Ana


De abiliadocorgo a 20 de Agosto de 2009 às 17:39
Essa malta da CM é uma corga de incompetentes!!! Continuem a votar neles...


De lufada ar fresco a 18 de Agosto de 2009 às 13:36
Zé está na hora de dar informações aos castrenses.
Neste tempo, penso eu, mas quem sou eu, os posts a emitir devem também ter em conta todas as obras fictícias e de fachada que esta Câmara está a realizar um pouco por todo o concelho.
Fazer por fazer não nos dignifica apenas acaba por piorar o cenário que só por si já é negro.
Quem não deve não teme.


De Marisa Pinto a 17 de Agosto de 2009 às 00:14
Vocês dão-me sono. Juntem-te e falem, cara a cara. Não via online onde tudo é mais fácil ser dito, onde atras ou à frente, wtv, de um monitor todos somos bravos e corajosos... todos aqui criticam e são criticados e têm vontade de falar, mas na vida real, sorriem para quem aqui criticam, são falsos, falo no geral. Mania de blogs, a criticarem. estou a criticar o blog. Estou a criticar a mente humana, a falta de civismo, a falta de comunicação, a falta de homens e mulheres. Critico a existencia de cobardia e ditos e mexiricos.. Falem, entendam-se, mostrem perspectivas, conheçam-se antes de julgarem. Todos e ninguém tem razão. Não peçam coisas impossiveis. Inovem. Façam-no pela NOSSA terra. "Tudo muda menos a lei da mudança".

Marisa Pinto


De Miquelina a 20 de Agosto de 2009 às 19:53
Ó Marisa PInto, tens tacho na câmra ou o PSD prometeu-te alguma coisa?


De Anónimo a 16 de Agosto de 2009 às 00:57
Parabens a todos que trabalharam na que chamam de baraca...alguma cultura em castro daire e normal que faça comichao a maioria...
dor de cotovelo talvez!!!!

Carlos P.


De lufada ar fresco a 15 de Agosto de 2009 às 00:31
Eu posso dizer que concordo com todas essas opiniões, mas permitam-me que vos diga que na minha opinião ainda a porcissão vai no adro. Segundo consta foi dada permissão para que a dita "barraca" continue depois da Mostra, palavras do Sr. Vereador Paulo Almeida.
O pior é que depois de o assumir em reunião com os implicados, parece e só digo parece, que voltou com a sua palavra atrás e referiu que a mesma nunca mais haveria de abrir.
É grave cometerem-se ilegalidades mas é tão ou mais grave não termos palavra nem capacidade de enfrentarmos as pessoas cara a cara como de Homens se tratassem.

Os actos ficam mal a quem os pratica e neste caso Sr. Vereador e Srª Presidente tenham vergonha e admitam o erro desde o início.


De Anónimo a 20 de Agosto de 2009 às 21:12
Prometer e não cumprir já
é prática comum deles.
Azar o nosso,não é que um é de Cujó e o outro de Moledo.
E para completar o trio, só faltou a intervensão do de Mões.


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

. LISTAS DE CANDIDATOS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim