Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE CASTRO DAIRE SEM COMPAIXÃO PELOS IRMÃOS

Quando em meados de Agosto do ano passado, resolvi, porque acho que todos nós temos o dever de ajudar e apoiar as instituições de solidariedade social, inscrever-me como irmão da Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire, estava longe de imaginar o calvário que eu e outros candidatos a irmão, teríamos de passar para podermos ser aceites como tal e usufruir dos nossos direitos consagrados estatutariamente.

Com o objectivo, como digo em cima, de ajudar e poder participar activamente numa instituição de cariz social da minha terra, preenchi a proposta de adesão para irmão, a qual entreguei, depois de assinada por um irmão proponente, na secretaria da referida instituição acompanhada de 5€, para pagamento da primeira anuidade como irmão.

Ninguém me deu notícias nos tempos que se seguiram, estando eu convicto que poderia escolher a nova mesa administrativa nas eleições que se iriam realizar em Dezembro. Puro engano!

Antes das eleições, recebi da instituição Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire, uma carta a informar-me que não seria, durante o ano de 2008, aceite como irmão da instituição, com a desculpa que “devido ao grande afluxo de propostas entradas para novos irmãos e por falta de tempo dos serviços administrativos, só seria aceite a minha proposta para o inicio do ano de 2009”. Portanto ficaria, sem poder votar nas próximas eleições. Nada convencido da desculpa”esfarrapada” que me foi dada, até porque tenho a sensação que a falta de tempo para a admissão de irmãos era apenas para aqueles que a Senhora provedora julgava serem da lista contrária á sua, o que até nem seria o meu caso, mas ela assim pensaria, mas com a noção de que mesmo não aceitando de animo leve tal decisão deveria manter-me em silêncio para não perturbar as futuras eleições, acabei por aceitar a tal desculpa e esperei que toda aquela agitação passasse e me fossem dadas noticias sobre a minha situação. Embora sempre convencido que já era irmão da Santa Casa da Misericórdia, até porque no acto da inscrição me foi exigido 5€, quantia mínima para poder efectuar a inscrição como irmão.

Entretanto, e mesmo não podendo participar activamente no acto eleitoral, não deixei de seguir de perto as eleições, ficando, na altura, com a ideia que os 2 candidatos a provedor pareciam dois “bebés” a quererem disputar o mesmo brinquedo, tendo 1 deles ficado “amuado” quando lhe viu ser tirada a chupeta e o outro todo feliz quando viu que poderia ter o brinquedo só para si sem ter que o dividir ou repartir com alguém.

Logo nessa altura fiquei confuso. Então aquilo não é uma instituição de caridade para onde as pessoas devem ir por vocação e devoção de ajudar o próximo? Acho eu que sim! Mas fiquei com a nítida sensação que aquelas eleições serviam mais para as pessoas satisfazerem o seu ego e dar pulos de alegria por poderem dizer:”sou provedor da Santa Casa”. Serei eu que não sei o significado da palavra solidariedade.

Entretanto á cerca de 2 meses recebi uma carta da Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire, onde era convocado para estar presente naquela instituição num determinado  dia e hora .

No dia e hora que me marcaram, compareci eu nos serviços administrativos da Santa Casa e dirigindo-me a um dos funcionários, disse-lhe para o que ia. Como resposta foi-me dito que a Senhora Provedora não estava, mas que iriam telefonar-lhe para ver se a mesma vinha á Santa Casa e me poderia receber. Depois de efectuado o respectivo telefonema, por parte de um dos funcionários, fui informado de que a Senhora provedora não atendia o telemóvel. Perguntei entretanto ao funcionário quando é que me poderia deslocar novamente á instituição e fui informado pelo mesmo de que a Senhora provedora por norma está a partir das 11 horas na instituição, portanto poderia passar num dia qualquer da semana pois poderia ser que a mesma me pudesse atender.

Contrariado com tamanha desfeita por parte da provedora, que me fez perder o meu precioso tempo e não teve para comigo qualquer respeito, pois eu compareci no dia e hora que a mesma me marcou, saí dali com a convicção que existia naquela casa qualquer coisa que não funcionava como mandam as regras da boa educação.

Cerca de uma semana depois, por volta das 11 horas, passei novamente pela instituição e mais uma vez a Senhora provedora não estava. Um dos funcionários presente, cumpriu novamente todo o ritual do telefonema e mais uma vez recebi a mesma informação “a Senhora provedora não atende”. Já um pouco, confesso, chateado com toda aquela situação, disse bom dia e saí da instituição, com a certeza absoluta que a mesma funciona apenas e só conforme a disposição e vontade ou não da Senhora provedora.

O que se passou, foi, na minha opinião, uma autêntica falta de respeito por todos aqueles que ajudam a Instituição a viver e contribuem para que a mesma funcione e para que a Senhora provedora possa dizer “eu sou a provedora da Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire”

No entanto, eu, e depois daquilo que comigo se passou, também posso e tenho o direito de dizer que a Senhora provedora não tem respeito pelos irmãos daquela instituição e que só está na mesma para se vangloriar do nome de provedora, não o fazendo norteada pelos parâmetros da solidariedade, faternidade e irmandade, pelos quais se deveria reger toda aquela instituição e principalmente o seu máximo representante.

Sei também que o cargo em questão não é remunerado. No entanto digo, também, que nem só de dinheiro vive o ser humano, pois a Senhora provedora ao exercer o cargo, tira daí contrapartidas que não teria se não o ocupasse. Mas isso fica para falar num próximo post, quando eu resolver falar de farmácias e de outros estabelecimentos similares.

Devo também referir que mesmo não sendo um cargo remunerado, quem o aceita, e neste caso, quem tanto lutou, utilizando todas as armas possíveis e imaginárias para o conseguir, tem no mínimo que o respeitar e ter respeito por todos aqueles que fizeram aquela instituição e tanto lutaram para que a mesma fosse um exemplo enquanto instituição de solidariedade social vocacionada para proteger e auxiliar os mais pobres e necessitados.

Pela minha parte, podem ter a certeza de uma coisa, nunca mais, por este motivo, passarei pela secretaria da Santa casa da Misericórdia, até porque, e depois de conversas com irmãos que tiveram a sorte de falar com a provedora, de que a referida conversa não passa de uma autentica campanha com vista a futuras eleições, metendo inclusive ofertas de emprego ou refugio para familiares idosos se necessidade disso houver. E uma coisa eu tenho certa, sou irmão da Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire, pois, nunca me foi comunicado que não tinha sido aceite como irmão nem nunca me foram devolvidos os 5€ do pagamento efectuado e do qual possuo recibo comprovativo.

Para terminar dizer, apenas, que aqui na minha esquina continuarei atento a tudo aquilo que se está a passar na Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire, assim como em todas as instituições de Solidariedade Social existentes no nosso concelho e com a certeza que irei votar nas próximas eleições para a mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Castro Daire escolhendo,na altura própria,um provedor que me respeite enquanto irmão.

 

Zé da Esquina

 

publicado por Zé da Esquina às 23:19
link do post | comentar | favorito
|
20 comentários:
De jose manuel pinto caeiro a 24 de Março de 2011 às 10:45
Surpreendentemente descobri este bloge ,que trata de assuntos que me dizem respeito , e relacionados com a S.C.M . DE CASTRO DAIRE, e como tal ,por mera descrição não vou aqui revelar mas que me deixaram muito desiludido pela forma como é feita a gestão da mesma ,e que resulta em graves prejuisos para os utentes ,beneficiando financeiramente a administração da S.C.M . factos que são passiveis de procedimento criminal . Há instituições que não se podem dar ao luxo de pecar por falta de transparencia ,dando lugar a muitas dúvidas da sua própria gestão.


De IMIGRANTE a 7 de Março de 2011 às 14:07
EU SOU CASTRENSE, E FICO MUITO TRISTE ,POR MEIA DÚZIA DE CIDADAOS QUE NEM SEQUER SAO DE LÁ ,DOMINEM ,E MANIPULEM ,TUDO OU QUASE TUDO ,PORQUE OS DE CASTRO DAIRE ,NAO TEEM CORAGEM ,MAIS NAO DIGO ..........É UMA VERGONHA ....


De Irmão a 13 de Agosto de 2009 às 13:42
Esperei, esperei, esperei e nada!
Esperei que alguém dissesse alguma coisa concreta a provar que estou errado, nem a meia irmão/meio irmão que mais parece um advogado de defesa dos proprios interesses e da senhora, me dá nada de concreto. limitam-se a misturar as coisas, que se calhar foi o que aconteceu, houve muitos interesses menos os mais importantes, ou seja, os da instituição. Nesta instituição actualmente impera os interesses pessoais e políticos,no meio umas vinganças é a conclusão que tiro de tudo isto através dos comentários que aqui têm sido feitos... como já havia dito, foi uma autentica palhaçada.


De O pensador a 13 de Agosto de 2009 às 09:51
Depois de muito pensar acerca do que li no seu blog, cheguei a uma conclusão:
o "bloguista" é laranja, com uma certa tendência rosa, porque gosta de "malhar", sobretudo naquilo de que não gosta, o que me leva a crer, que tem recalcamentos e está muito traumatizado, por não ocupar o lugar que pretendia, pois era parte interessada.


De Meia Irmã/Meio Irmão a 10 de Agosto de 2009 às 00:44
Ó homem deixe lá a Senhora em paz, porque a conversa é cá comigo.
Em pouco, revelou-se muito...
Onde é que eu já vi isto?
Brevemente estará num cinema bem perto de si.
Esteja atento.

Com esta me despeço, porque amanhã é dia de trabalho.


De Meia Irmã/ Meio Irmão a 10 de Agosto de 2009 às 00:36
Devido ao avançado da hora e como a noite é boa conselheira, sugiro-lhe que vá para Vale de Lençõis descansar esse atormentado Esqueleto.
Quanto a inteligência não sei o seu QI, nem você sabe o meu.
A boa educação é relativa.


De Irmão Velho a 9 de Agosto de 2009 às 23:28
Tenho dado atenção ao seu blog e tenho reparado, que você olha sempre da mesma esquina e para a mesma esquina, o que me deixa preocupado, pois pode vir a sofrer de estrabismo (ficar vesgo).
Para que tal não venha a acontecer, vire-se um pouco para outra esquina onde só roda o dinheiro do contribuinte e acontecem as coisas mais insólitas, sobretudo o compadrio, o desgoverno, os interesses pessoais e dos amigos, principalmente dos bajuladores, onde entram as comissões,etc,etc,etc...
Mais não digo para já, pois fico a aguardar a sua perspicácia.


De Irmão a tempo inteiro a 9 de Agosto de 2009 às 21:23
gostaria de perguntar ao senhor ou á senhora Meia Irmã/Meio Irmão se o dinheiro da Santa Casa da Misericórdia,também não é dos irmãos e de outras entidades publicas e privadas que o dão como subsidios e donativos. è que esse também foi gasto e muito na ultima campanha.


De lufada ar fresco a 9 de Agosto de 2009 às 19:26
qual é o mail para poder enviar notícias? Agradecia, é do interesse de todos


De 4esquinas a 9 de Agosto de 2009 às 20:54
caso estejam interessados em enviar noticias poderão fazê-lo para o seguinte e-mail:
culturacastreja@sapo.pt


De Irmão a 9 de Agosto de 2009 às 00:47
Já sou irmão desta Instituição há muito anos e nunca vi palhaçada tão grande como aconteceu nesta ultima eleição! Um candidato desistiu antes das eleições, outro arranjou meios de muito baixo nível para manter o cargo,impedindo, ou levando - o à desistência, porque não acredito que o motivo da não admissão se tenha devido à incompetência dos funcionários da secretaria, sendo esse o motivo que a senhora alegou para tal. Assim sendo só tiveram competência para admitir os que convieram à senhora! Como Irmão fiquei desiludido com a falta de coragem de um candidato ao desistir e com o outro que não teve escrúpulos para atingir os fins, sendo uma senhora tão religiosa mas que não olha a meios para atingir os fins, enfim uma pessoa de baixo nível, que talvez frequente a igreja para disfarçar tal caracter! Como irmão não a reconheço como provedora, pois não representa em nada o que deve ser um(a) provedor! também tenho o conhecimento de que essas propostas começaram a ser aceites em que a senhora marca data e hora para estes comparecerem para assinarem o que estava assinado, ou seja, mais uma amostra da falta de carácter desta senhora, pois dois conhecidos meus me contaram que a senhora prometeu emprego a quem precisasse na família ou facilidade na admissão em lar de algum familiar que venha a precisar... Tinha uma opinião em relação a esta senhora como pessoa religiosa que é, de bom carácter, mas com tudo isto que aconteceu, mudei de opinião, pois eu fui à convocatória para aprovação desta se poder candidatar novamente para votar nela mas depois de tudo que ali foi dito e mesmo ela se estava a enterrar com os argumentos que arranjava, concluí que esta senhora não vale nada, pois não tem escrúpulos, falta de carácter.


De Meia irmã/Meio irmão a 9 de Agosto de 2009 às 12:58
Senhor Quatro Esquinas.
Estou francamente admirado, por só ao fim de oito meses, após as eleições da Santa Casa, o senhor vir tecer comentários acerca da mesma.
É extempôraneo e a meu entender talvez intencional, para desviar atenções.
Possivelmente é faccioso e deste modo evita a visibilidade para aquilo com que devemos estar preocupados agora.
Espanta-me tanta perspicácia e lamento não ter tido a mesma, aqui há uns anos atrás, aquando do "vale tudo", que foi a maior vergonha de sempre na Santa Casa, que segundo consta, as inscrições foram pagas pelo erário público, movimentou-se toda a política laranja incluíndo as Juntas de Freguesia.Já agora, não o choca, nestas últimas um dos interessados se ter servido do local de trabalho(Câmara Municipal), que é pago com o dinheiro do contribuinte, para fazer telefonemas e toda a campanha que pôde?
E mais lhe digo, que a jogada era de tal maneira indecente, que o da Câmara dava a cara, mas quem queria ocupar o lugar, era a outra, que toda a gente sabe, que é uma saudosista, dos tempos passados. Como vê Senhor Quatro Esquinas, só em Castro Daire. TrIste Terra esta, quem nem os seus interesses sabe defender, por causa da sua cobardia e inveja.
Finalmente, temos umas "Zitas Seabras" locais, que que estão sempre ao sabor dos ventos e à procura dos seus próprios interesses e protagonismo, pois aos olhos de quem sabe ver, não passam de bacocos.
Também não posso deixar de falar no 24 de Abril, cujos pseudo-esquerditas de Castro Daire, estão de mãos dadas com ele, sempre à espera de meter o nariz na gamela.
MEU DEUS, PORQUE NOS ABANDONASTE......

P.S: Por favor, publique este post. Caso contrário fico a saber que não é isento.


De Irmão a 9 de Agosto de 2009 às 21:33
meia irmã/meio irmão com o comentário que fez posso chegar à conclusão que está muito dentro do assunto e que pactuou na altura e continua a pactuar com todo esse enredo desonesto.
Já que não foram admitidos irmãos devido ao alto volume de inscrições, pergunto quem pagou as inscrições dos que entraram para poder votar? Já que me parece estar dentro de assunto... Por momentos pareceu-me a própria senhora que não reconheço como provedora! Ou alguém "que se doi por ela". Estarei errado?
Aproveito para deixar a seguinte pergunta:
Se tivesse havido coragem por parte dos adversários para fazer uma queixa crime com a finalidade de realmente se apurar se houve, ou não, falcatruas em todo este processo, esta senhora seria provedora?
Atenção, volto a dizer que eu tinha uma opinião muito favorável em relação a esta senhora, que mudou totalmente nesta eleição. Só não se deitou mais abaixo com seus argumentos, graças à intervenção do Dr. João.
Já agora, não sabe que é má educação desculpar-se com quem já não se pode defender? Se tinha algo a dizer, deveria te-lo feito na altura, ou não podia porque fazia parte da lista?
À Miquelina: o cargo não é remunerado, mas altos interesses se levantam, não me refiro a interesses da instituição. Não se esqueça que a obra está feita!


De Meia Irmã/Meio Irmão a 9 de Agosto de 2009 às 23:20
Senhor Quatro Esquinas, quero lembrar-lhe que o Zé do Telhado, já morreu há muitos anos e ainda se fala nele.


De Anónimo a 9 de Agosto de 2009 às 23:40
Senhor (a) Meia Irmã/Meio Irmão: Desculpe não lhe responder, mas o seu comentário é tão mórbido, descabido e de tão mau gosto, que só me ocorre, de momento, dizer uma coisa : Só respondo a comentários inteligentes quando vindos de pessoas a quem se possa aplicar o mesmo adjectivo. Mais o informo que eu apenas sou o administrador do blog e como tal são da minha inteira responsabilidade as postagens e como isento que sou e responsável pela administração do mesmo limito-me a aceitá-los e publicá-los,os quais,diga-se de passagem, têm sido feito a todos.
Zé da Esquina


De Meia Irmã/Meio Irmão a 9 de Agosto de 2009 às 23:52
Tu és rato!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


De Zé da Esquina a 10 de Agosto de 2009 às 00:29
- Meia Irmã/Meio Irmão palavras ou comentários para quê ? Está visto que o Senhor é um "artista" português !


De Irmão a 10 de Agosto de 2009 às 00:19
Meia irmã/meio irmão o que tem o zé do telhado a ver com assunto? Só sabe arranjar esse tipo de argumentos? A sua inteligência é essa?
Sabe quem foi o Ze do Telhado? Pelo que reza a história este roubava os pobres para dar aos ricos, mas terá sido assim? Não sei porque o senhor Zé do telhado não está cá para se defender!
Poupe-me da sua falta de educação!
Como vê falei de uma pessoa que não está entre nós sem condenações porque esta não se encontra entre nós para se defender a isto chama-se boa educação que os meus pais me souberam dar.
Você é tão inteligente ao ponto de pensar que sou o Sr. quatro da esquinas ao qual dou os meus parabéns pelo blog e temas abordados.
Aproveito para acrescentar algo que me esqueci no meu último comentário:
A sra provedora tambem está a utilizar as instalações da instituição e o tempo para fazer campanha para as próximas eleições ao chamar as pessoas para assinar o que estava assinado das candidaturas de irmãos que estão agora a ser aceites, segundo me contaram duas pessoas conhecidas, ao oferecer emprego ou facilidade de acesso a familiares para internamento no lares, como já referi num comentário anterior. As tais que não foram aceites antes da eleições, mas o senhor(a) deve saber disso melhor que eu. Pelo seu comentário, de muito mau gosto e baixa inteligencia,devo te-lo(a) irritado o que me leva a pensar que você deve pertencer ao meio ou conhecer bem seus meandros.


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

. LISTAS DE CANDIDATOS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim