Quarta-feira, 4 de Janeiro de 2012

LIVRE TRANSITO PARA A DITADURA?!

 

Por aquilo que se tem falado ultimamente junto das minhas esquinas a bomba acabou de explodir.

Vamos aguardar por novos desenvolvimentos para vermos quem vai sair "chamuscado" de toda esta "carneirada".

Para já apenas uma certeza. O presidente não eleito da Câmara Municipal de Castro Daire, conseguiu um dos seus principais objectivos. Não ter ninguém democraticamente eleito que lhe consiga fazer frente.

A ser verdade, é de louvar a dignidade e integridade de quem não pactua com as atrocidades cometidas contra o Concelho de Castro Daire por alguém que governa, a seu belo prazer, o Municipio sem ter legitimidade para tal.

Novos e mais desenvolvimentos, brevemente, em próxima postagem.

 

Zé da Esquina.

publicado por Zé da Esquina às 22:59
link do post | comentar | favorito
|
50 comentários:
De Recruta 0 a 26 de Janeiro de 2012 às 23:30
Estranho ninguém ter comentado, inclusivamente o Zé a entrevista de ontem do Carneiro na Rádio Limite....
Foi do melhor! Começou com as "friestas" que ele mandou tapar..... e chorrilhos de disparates que vieram a seguir!

Acabou muito bem, com uma leitura dum ofício, para as pessoas que são servidas pela EN que liga Castro Daire a Cabril, a dizer que não vai haver obras nenhumas, e a culpa não é dele! É da falta de sinistralidade! E se não for isso, é das Estradas de Portugal, que deram essa desculpa!
O único problema é que no meio da leitura de construção de muros, caminhos e afins, que demorou imenso tempo, ao que parece é que a população toda anda desatenta! o Carneiro é que sabe! Ele faz obra! Porque é que o criticam?!
Impressionante..... deveras!!!!


De pisco a 27 de Janeiro de 2012 às 12:42
è preciso os acidentes acontecerem para depois se fazerem as obras?
Foi u vergonha de entrevista!


De Tonho a 27 de Janeiro de 2012 às 21:09
Mas ele prometeu a obra da estrada do Vale do Paiva sem falar em acidentes! Porque prometeu? Agora a desculpa é atirar para os governos: este e o anterior! Granda lata meu!


De E agora? a 27 de Janeiro de 2012 às 12:49
Ó Zé ficou sem palavras?
Esgotou as palavras quando os ajudou a ganhar as eleições?


De Olha Aí Oh! a 28 de Janeiro de 2012 às 15:52
Em Janeiro de 2011 apareceu num blogue congénere o post intitulado “A ESTRADA DO VALE DO PAIVA “ cuja primeira frase é “A estrada do vale do Paiva é uma dor de cabeça para quem passa.”
Muitos comentários foram feitos – uns a favor, outros contra – até que alguém escreveu “Cagança não falta! E obra?” Aqui começou uma guerrilha de saber se a obra se faria mesmo, se era ou não oportuno, se a autoria da ideia era do Carneiro ou do Sócrates (nomes ao acaso, claro), se…, se…

Ressalvo alguns extractos:
“Já há aqui muita inveja por a obra ir fazer-se e vai trazer muitos votos e esse é que é o vosso problema”
“Agora o sr. presidente diz e faz porque finalmente apareceu alguém que manda e com muita influência no governo”
“Mas que cagança ó anónimo? É obra e grande! Não te enerves mas as máquinas vão começar a romper e rasgar. Mete-te á frente e vais ver!”
“Olhe que a obra foi anunciada pelo senhor Fernando Carneiro e ele quando promete cumpre”
“o senhor presidente da camara prometeu aos presidentes da junta das freguesias aravessadas pela estrada e que anunciou publicamente. Foi um compromisso sério até porque já foi depois das eleições”
“e também acredito que o sr. Fernando Carneiro vai ter uma grande vitória com a nova estrada de Castro Daire a Cabril porque daí para baixo já não nos importa tanto”
(dito como garantia da palavra dada por alguém) “E até nesse ponto o nosso amigo Fernando Carneiro está em vantagem porque andou na doutrina em Lamelas, andou no seminário, foi catequista, canta no coro da igreja e agora parece que até já faz confissões”
“Gostava de acreditar que isto nao fosse piada e pudesse, na verdade, ser concretizado...para bem do Vale do Paiva e das suas gentes. Nao peercebo é porque defendem ou perspectivam que a beneficiação da estrada deve ser desde Castro Daire a Cabril, que para baixo " já não nos importa "....é errado pensar assim e muito menos defender esta ideia
A concretizar o arranjo geral da EN 225 que se faça em todo o seu percurso, servindo todas as freguesias atravessada pela acessibilidade e nao descriminando uns a favor de outros... Só assim esta EN será um beneficio util para uma vasta região e um atractivo para o Vale do Paiva”
“O sonho das gentes do Vale do Paiva vai tonar-se realidade porque Fernando “Carneiro prometeu a estrada e vai cumprir”
“Com certeza que eu também sou a favor de boas estradas!
Com certeza que seria bom fazer qualquer coisa por lugares com dificuldades!
Não tenham dúvidas que também entrarei na festa (sem foguetes nem bolos nem champagne) quando e se, como espero, realmente se fizer qualquer coisa de bom. Só que, tal como o Perguntão, “não corro atrás de cão que manqueja”

Pois sim!


De ???? a 24 de Janeiro de 2012 às 19:52
Tão afinal o Luis não sai...
Ganha o Carneiro!


De Consumidor a 23 de Janeiro de 2012 às 19:09
Um dia destes, ao passar numa estrada, vi um grupo de pessoas, em que mais tarde fui informado que estavam a reparar uma fuga de água.
Gostaria que alguém me informasse se a câmara entregou a reparação e possível exploração de água a alguma Firma, dado que os trabalhadores que lá andavam tinham um equipamento vestido que dizia “Doma”.


De NR a 23 de Janeiro de 2012 às 21:44
Ó esperto "DOMA" Divisão de Obras Municipais e Ambiente .


De Consumidor a 23 de Janeiro de 2012 às 23:02
Pronto já entendi a firma chama-se D.O.M.A.,portanto sempre tenho razão,pertencem a uma firma. Ou são funcionários do municipio?


De NR a 24 de Janeiro de 2012 às 12:26
"Cego não é aquele que não vê, é aquele que não quer ver."
Custa um pouco a aceitar não é?


De Consumidor a 24 de Janeiro de 2012 às 17:56
Só em Castro Daire!! Onde quer que que se vá e se encontre funcionários municipais lê-se no equipamento Município de ... Ou Serviços Municipalizados de ... Em Castro Daire é D.O.M.A. De quem foi a ideia deste baptismo?
Já agora pergunto quem é o boss da " Divisão de Obras Municipais e Ambiente"?


De NR a 25 de Janeiro de 2012 às 20:39
Andas a ler mal, lê-se mais qualquer coisa para alem de DOMA, em letras de tamanho menor.
Todos os funcionários da parte operária pertencem á DOMA por isso todo o equipamento ter a palavra DONA.
O "Boss " da DOMA é o Sr./(a) Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, seja ele quem for.


De Viagente a 19 de Janeiro de 2012 às 18:22
Será que alguém me consegue explicar o que faz o Eng. Electricista na derrocada da E.N . 2 todo o dia, durante já três dias?
Já lá vi os pedreiros, já lá vi os canalizadores, já lá vi o Eng. Coveiro, já lá vi o Vereador das obras, já lá vi o Presidente da CMCD, todos estes de certa forma justifica-se a sua presença mas um Eng. Electricista todo o dia a fazer o quê?
Será que também por ali passa alguma conduta eléctrica ?
Fico sem saber.


De anonimo a 20 de Janeiro de 2012 às 13:17
Esse Engenheiro é lacaio do Ernesto em troca de almoço, jantar, horas extraordinárias que a Câmara paga, isto é, nós contribuintes.
O vereador das finanças que aprova esses financiamentos todos sem verificar a sua veracidade, é o colaborador nº 1 do Ernesto. Preparem -se para a possibilidade de não terem água em casa porque o aparato foi mais que a obra! há que fazer mais horas, almoços, e jantares para os contribuintes pagarem.


De Eurico a 20 de Janeiro de 2012 às 20:41
" há que fazer mais horas, almoços, e jantares para os contribuintes pagarem."
Porquê, a CMCD na pessoa do Vereador das finanças está a pagar almoços e jantares?
Isso é complicado os trabalhadores recebem subsidio de refeição certo?
Horas? Com oito horas diárias em três dias e não chega para reparar a situação?
Por isso a que certas pessoas não têm lugar na privada, na função pública são doutores.
Ò Carneiro na tua empresa também se trabalhava assim?
Não acredito.
Temos pena.


De Penso Eu a 21 de Janeiro de 2012 às 08:51
Há algum tempo vi num blogue, não me lembro se neste ou outro de cá da zona, uma referência à estória d' "O VELHO, O RAPAZ E O BURRO".
Ora| este seu comentário fez-me lembrar o tal poema e daqui a minha pergunta.
Será que algum dos elementos (sem contar o homem e o rapaz) da citada estória é seu parente?


De D.C.D. (Democracia Castro Daire) a 15 de Janeiro de 2012 às 21:20
Ironia do ano do reinado castrense: O carneiro foi á longínqua freguesia de Cabril inaugurar um cemitério e uma casa mortuária, e levou coveiro...

Será o prenuncio do fim do artista?


De Alfacinho a 18 de Janeiro de 2012 às 17:10
Nas férias de Natal, lá em Cabril, deu para apreciar as grandes obras! Ainda diziam que nunca a freguesia teve tanto dinheiro e obras como no mandato anterior! Agora sim, camaradas, chegou o dinheiro. Nem vai sobrar nada para a mestra da casa do povo criar os netos e bisnetos! ( Desculpem lá mas esta foi a anedota mais apreciada aquí na capital),É todo para investimento. Estou abismado com o caso. Será que no Mosteiro não haverá alguma promessa a pagar com todos os projetos cá feitos, nem que seja só algum caso de "boca"?. Cuidem-se.


De pisco a 19 de Janeiro de 2012 às 17:57
Pela boca morre o peixe...
E cá em Cabril se chega á boca do povo, por onde tem andado a boca de alguns do PSD, os amigos do coveiro, leia-se psd's, nunca mais pensam em politica se quer!


De Lemos a 20 de Janeiro de 2012 às 09:30
Por isso é que os Ps´s andam tão "incolhidos"! Será com vergonha, mas de quê?: da Aida e sua língua, de algum rabo da assembleisa ou mesmo da câmara?
Se até socialistas pedem a demissão do homem!...


De EURICO a 18 de Janeiro de 2012 às 20:10
Se falamos em matéria de cemitérios é lógico que temos que ser acompanhados pelo coveiro, esse sim perito em funerais e toda a envolvente funebre.


De End a 12 de Janeiro de 2012 às 16:18
Será que alguém me pode confirmar se é verdade a saída do Luis? Se for verdade, pode se realizar o funeral deste executivo.


De Eng. Ernesto a 12 de Janeiro de 2012 às 22:26
O coveiro está preparado para o efectuar...


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2012 às 23:00
Não te preocupes End, o filho prodigo já voltou, senão lá iam os taxos e companhia


De eleitor a 12 de Janeiro de 2012 às 15:33
Quem anda a colaborar, e muito, para a derrocada existente no Município de Castro Daire e para o descrédito total no PS é o Moita. Em primeiro lugar porque os Munícipes para ele reduzem-se a meia dúzia, de preferência do PSD e MIC.
Nas imputações que lhe foram atribuídas, as decisões têm sido tomadas pela Vereadora não eleita e pelos tais munícipes acima citados, depois da aprovação final do presidente de Bigorne.
Sintetizando, não é preciso ser político para perceber que o Moita está a cooperar com a oposição, arruinando assim este executivo e respetivo partido político.


De PS a 12 de Janeiro de 2012 às 22:24
Esse Sr. nem sequer é PS, se fosse não tomava as decisões que tem tomado. Realmente vem de origens socialistas mas degenerou, e neste momento não há cor predominante á frente do executivo camarário e se existir é laranja.
Senão vejamos:
1- Fernando Carneiro
Ex. PSD... Laranja
2 - Luís Lemos
PSD... Laranja mais perto do Vermelho
3 - Rui Braguês
De descendência laranja, actualmente PS... Vermelho 4 - Eurico Moita
PS... Vermelho mais perto do Laranja.
Temos pena...


De Anónimo a 11 de Janeiro de 2012 às 13:39
Como vai fazer a tia Aida agora quando todos aqueles que receberam subsídios indevidos forem obrigados a devolve-los?
1- Vai dizer que não foi ela que teve a culpa.
2- O meu Fernando não sabe de nada.
3- Isso é com a Segurança Social de Lisboa.


De Curto e Grosso a 11 de Janeiro de 2012 às 21:22
Porque a preocupação? Ela já tem a arca carregada de cabritos e esses já ninguém lhe tira!


De Técnico superior a 11 de Janeiro de 2012 às 13:25
Vou começar por dar os parabéns ao Zé pela frontalidade com que aborda os assuntos que nos dizem e muito, respeito.
Depois de se ter falado que a "Carneirada" está a manipular a Casa do Povo (Segurança Social); a Santa Casa da Misericórdia e a Câmara Municipal temos agora a prova viva de tudo isto que se calhar tem passado despercebido à maior parte dos Castrenses.
Há alguns dias a trás foi publicado na página electrónica da Câmara Municipal de Castro Daire um Procedimento Concursal comum para a contratação por tempo indeterminado de 2 Técnicos Superiores, na qual faz referencia à constituição do júri. Júri esse constituído, entre outros, por uma técnica da Santa casa da Misericórdia local, e uma técnica da Segurança Social de Viseu.(http://www.cm-castrodaire.pt/pdf/Aviso.pdf)
Sr. Fernando Carneiro tudo bem que o senhor diga que não interfere nos concursos para a CMCD, mas ou o Sr. é muito asno e alguém se aproveita desse poder através de si ou o Sr. é realmente um grande asno e pensa que os Castrenses são seus discípulos.
Com tudo isto podemos chegar a uma conclusão o Sr. definitivamente conseguiu evoluir no tamanho do animal, passou a pesar mais, mas foi a única coisa que o Concelho ganhou, um animal maior à frente da CMCD.


De Rosa do Campo a 10 de Janeiro de 2012 às 09:02
Então malta sabem quem está na eminência de substituir Sr. Luis na Câmara??? ...... Rosa do Campo....


De Fausto a 24 de Janeiro de 2012 às 11:22
Quem vai substituir o Luis é o Mister Independente.
A vida é um jogo!


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. PELOUROS

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim