Sábado, 16 de Julho de 2011

ONDE ESTÁ A VERDADE ?

NOTA INFORMATIVA (Publicada na página da internet do Município de Castro Daire)

"Nestas últimas semanas o Executivo Camarário, nomeadamente o Presidente, tem vindo a ser confrontado com algumas perguntas sobre o aumento das despesas com pessoal, bem como a admissão de mais trabalhadores.

Mesmo tendo a certeza que estas informações resultam da contra-informação, da mexeriquice e até da inveja e que são, na maior parte das vezes, veiculadas através de meios de comunicação duvidosos e que se escondem no anonimato, cabe ao Presidente da Câmara, esclarecer as pessoas da verdade e, como se diz em bom português, “pôr tudo em pratos limpos”.

Relativamente ao aumento das despesas com pessoal, nomeadamente no ano de 2010, cabe informar que o aumento desta despesa deve-se a três factores:

1 - As indemnizações e encargos com os professores das Actividades de Enriquecimento Curricular, que não foram pagos e eram da responsabilidade do anterior Executivo Municipal que não liquidou os respectivos pagamentos, tal como lhe era devido;

2 - A despesa que resultou da integração de cinco técnicos no mapa de pessoal, absolutamente necessária para a manutenção das correspondentes atribuições do Município, nas respectivas áreas, que não se bastava com as situações precárias previamente existentes;

3 - A despesa resultante com a reestruturação dos serviços, que foi imposta por imperativo legal.

Estas três medidas levaram a que a despesa com pessoal aumentasse, facto que é evidente e que só quem usar de má fé não compreende ou tenta mistificar.

Se subtrairmos estes três factores, que no fundo não são da responsabilidade deste Executivo, podemos afirmar que a despesa com pessoal não tem vindo a aumentar e está a ser controlada e devidamente ponderada por este Executivo, não resultando de falta de rigor ou e controlo como alguns querem fazer passar.

No mapa comparativo que se segue (mapa 1) podemos ver que o descontrolo com a despesa de pessoal, devido a contratação a “seu belo prazer”, tem vindo a crescer anualmente desde há muito, principalmente no Executivo que nos antecedeu e que os que agora falam, sem propósito, nunca se mostraram preocupados com tal realidade nessa altura.

2004    2.704.645,90

2005    3.156.058,97

2006    3.535.088,13

2007    3.939.365,81

2008    3.768.491,68

2009    4.027.687,81

Mapa 1

No que se refere à contratação de pessoal, é do conhecimento público que todas as pessoas contratadas o foram ao abrigo das regras da contratação pública, ou seja, por concurso público, onde nenhum político fez parte do júri. Neste campo, importa ainda referir que os concursos públicos que decorreram resultam de situações bem concretas de trabalho sazonal, como é o caso das colaboradoras das Termas do Carvalhal, das Auxiliares das Escolas, ou ainda dos Professores das Actividades de Enriquecimento Curricular. Quanto aos restantes concursos públicos, os mesmos resultaram da reestruturação legal dos serviços, tal como já foi referido.
Nesta área, importa esclarecer ainda que alguns dos trabalhadores que prestam serviços na autarquia e que entraram neste último ano estão a desempenhar funções ao abrigo dos programas de incentivo do Instituto de Emprego e Formação Profissional, sendo portanto casos de apoio social e medidas de apoio à reintegração no mercado de trabalho, não devendo ser conotados como novas contratações, até porque o encargo do Município com este pessoal é diminuto, bem como, tais colaboradores nem constam do mapa de pessoal da Autarquia.

Quando se fala em rigor das contas públicas e do orçamento do Município, este Executivo não aceita lições daqueles que outrora deviam ter essa preocupação e que agora tentam iludir as pessoas com falsos moralismos e incongruências. Um exemplo prático e à vista de todos são os trabalhos a mais nas obras por concurso, que sempre constituíram uma prática comum nos anteriores Executivos.

Com a entrada do actual Executivo a norma é que as empreitadas sigam à risca o caderno de encargos, cortando o abuso constante que se verificava nos trabalhos feitos a mais e que sempre lesou os cofres da Autarquia, como se pode verificar no mapa das contas de gerência.

Na gíria popular costuma-se dizer que a verdade é como o azeite, porque vem sempre à tona. Estamos convictos que os castrenses não se deixam enganar e que saberão distinguir a verdade da contra-informação e da maledicência.

Este Executivo continua, de consciência tranquila, a trabalhar na defesa do interesse de todos, com rigor e transparência criando mais e melhores condições para tornar o nosso Concelho como sendo de referência na região e no país".

 

Resposta à NOTA INFORMATIVA (Emitida Comissão Politica do P.S.D. de Castro Daire)

"Considerando as afirmações constantes da “Nota Informativa” publicada no site oficial e institucional da Câmara Municipal de Castro Daire, o PSD vem aqui, publicamente manifestar o seu repúdio e indignação pela forma como a mesma foi publicada, bem como relativamente ao teor das afirmações que aí são proferidas, que em nosso entender não correspondem à verdade.

O PSD não compreende e não aceita que um site institucional, pago por todos os munícipes seja usado pelo Senhor Presidente da Câmara para fazer campanha político partidária e para pôr em causa, com afirmações graves e não provadas, a actividade de anteriores executivos.

Note-se, também, que o Senhor Presidente da Câmara, através da Nota Informativa publicada, falta à verdade e deturpa as informações e questões que foram colocadas durante a última reunião da Assembleia Municipal, onde foi questionado sobre o aumento, em 2010, ano de sua inteira responsabilidade, de quase 300 mil euros em custos com pessoal.

Se o Senhor Presidente queria esclarecer alguma coisa deveria ter colocado, na Nota Informativa, o valor dos encargos com o pessoal também em 2010 e não deveria ter-se ficado apenas pelos anos de 2004 a 2009.

A determinada altura o Senhor Presidente refere que os custos com pessoal aumentaram devido, e passo a citar “As indemnizações e encargos com os professores das Actividades de Enriquecimento Curricular”.

Aos explicitar os valores da despesa com pessoal de 2004 a 2009 estes já incluem todos os encargos com os professores das Actividades de Enriquecimento Curricular, só lá faltando, para comparação, a ser feita pelos munícipes, o valor das despesas nesta mesma área das Actividades de Enriquecimento Curricular, relativas a 2010, que são da sua inteira e exclusiva responsabilidade.

Convêm salientar que já no mandato do Senhor Presidente Fernando Carneiro, o número de escolas do primeiro ciclo do ensino básico foi reduzido pelo que a respectiva despesa deveria ter diminuído e não aumentado.

No entender do PSD, nada justifica o aumento de quase 300 mil euros, num só ano, com o Recursos Humanos da Câmara, até porque todos os serviços estavam já devidamente dotados de pessoal, não se justificando novas contratações.

Não fica bem, e as pessoas não irão cair no embuste, dizer que os aumentos verificados em 2010 não são culpa do actual executivo. Mas afinal, quem é que governa o concelho desde o início de Novembro de 2009?

O Senhor Presidente não se pode esquecer que este executivo já leva quase dois anos de mandato, está na altura de assumir os seus erros, as suas opções e a sua responsabilidade pelo atraso, a discriminação e o partidarismo a que o Senhor Presidente tem votado a gestão deste município.

Para bem da verdade, o Senhor Presidente deveria explicar o que quis dizer, no site oficial da Câmara Municipal, e não num site do PS, ou num qualquer meio de comunicação social, as afirmações que cito: «podemos ver que o descontrolo com a despesa de pessoal, devido a contratação a “seu belo prazer”, tem vindo a crescer anualmente desde há muito, principalmente no Executivo que nos antecedeu», fim de citação.

É de uma total falta de consideração e de ética para com os munícipes usar um site de uma Instituição que deverá ser apartidária e ao qual os potenciais visados não têm acesso para usar do direito de defesa e de resposta.

Este episódio revela a forma como o Senhor Presidente usa as funções para que foi eleito".

Perante isto cá continuarei, na minha amada esquina, aproveitando o pouco tempo livre para reler a fábula “Horácio e o Lobo” e comparando-a um pouco com a classe política Castrense. Ou seja, mesmo quando falam verdade, o que raramente acontece, já ninguém acredita.

 

Zé da Esquina

publicado por Zé da Esquina às 22:50
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Anónimo a 26 de Julho de 2011 às 13:53
CAROS CASTRENSES,DEPOIS DE TER LIDO,E ESCUTADO ALGUMAS NOTICIAS SOBRE UMA MANIFESTAÇÃO DE UMA POVOAÇÃO DO CONCELHO,LOGO PROCUREI FICAR DEVIDAMENTE INFORMADO, PARA ASSIM PODER FICAR COM UMA NOÇÃO E PODER FAZER O MEU JUIZO DE VALOR.ASSIM SENDO LEVA-ME A PENSAR QUE CASTRO DAIRE RECUOU UNS ANOS LARGOS NO TEMPO E NA HISTORIA,NA HISTORIA PORQUE VOLTOU O PODER ABSOLUTO (QUERO POSSO E MANDO).UM PRESIDENTE DA CAMARA QUE FOI ELEITO PELO POVO DEVE ,E TEM A OBRIGAÇAÕ DE SABER QUE EM PORTUGAL ,INDIRECTAMENTE É O PVO QUE MANDA,OU SEJA QUEM É ELEITO PARA EXERCER UM CARGO POLITICO,SÓ TEM É QUE ESTAR PREPARADO PARA AS COISAS BOAS, ASSIM COMO PARA AS MÁS,INDEPENDENTEMENTE DE GOSTAR OU NÃO,FOI ELEITO PARA SABER ESCUTAR O POVO, E ASSIM TENTAR RESOLVER-LHES OS PROBLEMAS.MAS PELOS VISTOS NESTE MOMENTO A AUTARQUIA DE CASTRO DAIRE, ESTÁ A SER GERIDA POR ALGUÉM QUE TEM NECESSIDADE DE FREQUENTAR UMA ESCOLA DE BOAS MANEIRAS DE COMPORTAMENTO, DESDE O SABER DIRIGIR-SE AO POVO ASSIM COMO ,SABER RESPEITAR OS CARGOS DAS DIREÇÕES DAS INSTITUIÇÕES LEGALMENTE CRIADAS.ESCUTEI O SR. PRESIDENTE DA CAMARA NUMA RÁDIO A DIZER QUE SÓ RECEBIA OS COMPROVATIVOS DAS MATRICULAS,SE A SENHORA LHE PEDI-SE FORMALMENTE DESCULPAS, POR FAVOR ESTE SENHOR SE NÃO TEM EM CASA ESPELHO PEÇA UM EMPRESTADO, PARA VER A FIGURA DE MAL EDUCADO QUE TEVE PARA COM ESTA S PESSOAS, SE HÁ ALGUÉM QUE TEM QUE PEDIR DESCULPAS É O SR, PRESIDENTE POR TER SIDO BASTANTE MAL CRIADO, E AINDA POR CIMA NÃO ESTAR Á ALTURA DE REPRESENTAR AS EXPECTATIVAS DOS CASTRENSES.COMO AUTARCA´SÓ TINHA A OBRIGAÇÃO DE RECEBER ALGUÉM QUE SE FIZE-SE REPRESENTAR NO MEIO DA MULTIDÃO E ESCUTAR EM SEDE PROPRIA O QUE ESTES LHE TINHAM PARA TRANSMITIR. PORQUE AO QUE SE CONSTA ESTE MOVIMENTO JÁ LHE TINHA PEDIDO ATENPADAMENTE UMA AUDIENCIA, SE O SENHOR PRESIDENTE CONSIDERA ESTA ATITUDE ARRUASEIRA ENTÃO EXPLIQUE AOS CASTRENSES COMO PRETENDE SER CONTACTADO DAQUI PARA O FUTURO, SE HOUVER NECESSIDADE! LAMENTO MUITO MAS EM CASTRO DAIRE MAIS PROPIAMENTE NA CAMARA JÁ NÃO HÁ POSTURA ,ETICA MORAL E PROFISSIONAL,EM FIM É O QUE TEMOS!


De zen a 20 de Julho de 2011 às 20:23
Vejam
http://www.youtube.com/watch?v=9Ov84NZi2N8&feature=player_embedded


De Perguntão a 21 de Julho de 2011 às 21:50
Qu'é qu'isto tem a ver com o post?


De Anónimo a 29 de Julho de 2011 às 00:31
Olha, PPTC. :)


De Ana a 18 de Julho de 2011 às 22:53
É com estas guerrilhas politicas, do empurra pr´aqui, empurra a culpa agora para ali, que isto não vai para a frente.Que existe muito dinheiro mal aplicado, já nós sabemos, que existiram ou existem nomeações desnecessárias também, mas não vale a pena puxarmos tanto pela pouca inteligência dos nossos "politicos" locais, porque se A tivessem já teriam olhado para outros concellhos do distrito e descobririam que estamos a ficar para trás. Estamos a perder tudo para S.Pedro do Sul, enquanto estão todos a olhar para o umbigo e preocupados em fazer "obra", que não nos está a levar a lado nenhum. Pensem nisso, deixem de lado a preocupação em - "fazer favores" ou "cumprir promessas".


De tito a 18 de Julho de 2011 às 20:36
o município de Castro Daire continua a enterrar granito e a gastar €uros em obras feitas a pressa, Estrada nacional N.º2 Rotunda Maria Alcina, Cruzamento de Cinfães, piso novo mal metido com ondulações irregulares, e muitas outras obras, fazer só para dizer que se fez, está-se a gastar os €uros em obra que a curto prazo vão necessitar de reparação porque a fiscalização ou não sabe ou não lhe interessa saber, é o que temos


De anónimo.. a 17 de Julho de 2011 às 20:54
A nossa vila poderia ser tão melhor aproveitada...
A Feira das Vacas é um espaço ao abandono.. enquanto que os outros locais nos fazem ver, como por exemplo o Mosteiro, com o Miradouro.
Ficava tão (mais) linda a nossa vila com um espaço assim, arranjado, aproveitado;
E quem diz a Feira das vacas diz outros tantos locais.. Mas já sabemos com o que contamos.
Cumps


De Perguntão a 18 de Julho de 2011 às 10:23
Qu'é qu'isto tem a ver com o post?


De Anónimo.. a 18 de Julho de 2011 às 13:54
Quando comentares, escreve alguma coisa de útil.


De Perguntão a 19 de Julho de 2011 às 22:46
Sim!
Mas e qu'é qu'isto tem a ver com o post?


De ?? a 17 de Julho de 2011 às 11:35
(Tenho pena de não ser o autor)

O Mundo ralha de tudo,
Tenha ou não tenha razão,
Quero contar uma história
Em prova desta asserção.

Partia um velho campónio
Do seu monte ao povoado,
Levava um neto que tinha
No seu burrinho montado:

Encontra uns homens que dizem:
"Olha aquela que tal é!
Montado o rapaz que é forte,
E o velho trôpego a pé."

"Tapemos a boca ao mundo",
O velho disse: "Rapaz,
Desde do burro, qu'eu monto,
E vem caminhando atrás."

Monta-se, mas dizer ouve:
"Que patetice tão rata!
O tamanhão de burrinho,
E o pobre pequeno à pata."

"Eu me apeio", dis prudente
O velho de boa-fé,
"Vá o burro sem carrego,
E vamos ambos a pé."

Apeiam-se, e outros lhe dizem:
"Toleirões, calcando lama!
De que lhes serve o burrinho?
Dormem com ele na cama?"

"Rapaz", diz o bom do velho,
"Se de irmos a pé murmuram,
Ambos no burro montemos,
A ver se inda nos censuram".

Montam, mas ouvem de um lado:
"Apeiem-se, almas de breu,
Querem matar o burrinho?
Aposto que não é seu."
"Vamos ao chão", diz o velho,
"Já não sei qu'ei-de fazer!
O mundo está de tal sorte,
Que se não pode entender.

É mau se monto no burro,
Se o rapaz monta, mau é,
Se ambos montamos, é mau,
E é mau se vamos a pé:

De tudo me têm ralhado,
Agora que mais me resta?
Peguemos no burro às costas,
Façamos inda mais esta."

Pegam no burro: o bom velho
Pelas mãos o ergue do chão,
Pega-lhe o rapaz nas pernas,
E assim caminhando vão.

"Olhem dois loucos varridos!",
Ouvem com grande sussuro,
"Fazendo mundo às avessas,
Tornados burros do burro!"

O velho então pára e exclama:
"Do qu'observo me confundo!
Por mais qu'a gente se mate
Nunca tapa a boca ao mundo.

Rapaz, vamos como dantes,
Sirvam-nos estas lições;
É mais que tolo quem dá
Ao mundo satisfações."


Comentar post

contador de visitas
online

.Calendário

.Posts Editados

. G.A.P.

. TOMADA DE POSSE

. O POVO DECIDIU. DEMOCRACI...

. ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2017...

. FIM DA DITADURA

. SONDAGENS (RESULTADOS)

. TEMOS PENA

. CEGUEIRA

. SONDAGENS

. LISTAS DE CANDIDATOS

.Arquivo

.Farmácias de Serviço

blogs SAPO

.subscrever feeds

.mais sobre mim